Industrial Factoring — Conheça Essa Atividade Comercial

O industrial factoring (fomento mercantil) é uma prática bem útil para fomentar o capital de giro de pequenas e médias empresas que não possuem sócios nem investidores. Por essa razão, precisam de capital inicial para começar suas atividades.

Para quem está pensando em contar com uma empresa de factoring, é preciso conhecer melhor como funciona essa transação. Por isso, neste artigo, você vai saber:

  • – o que é e como surgiu o factoring;
  • – os tipos de industrial factoring;
  • – as vantagens do factoring;
  • – como funciona o factoring na prática;
  • – o que você tem que saber antes de usar o factoring para sua empresa.

O que é e como surgiu o factoring

O factoring surgiu como uma atividade de negócio no começo do século 19 com o crescimento da indústria têxtil. Por isso, pode ser comum você encontrar o termo também como “industrial factoring”.

A palavra remete a “factory” (que significa fábrica, oficina, usina, feitoria) mas o termo em si quer dizer “fomento mercantil” ou “compra de faturamento”. No Brasil, a prática se consolidou nos anos 80 com a criação da Associação Nacional de Factoring, ANFAC.

De forma prática, o industrial factoring é uma espécie de instituição que fomenta e alavanca as atividades de empresas. O objetivo é expandir as vendas, eliminar dívidas e otimizar a capacidade gerencial financeira.

Em troca, a pequena ou média empresa dá créditos das suas vendas para essas instituições (o fomento mercantil) por meio de títulos.

Por isso, o factoring pode ser visto como um tipo de financiamento, no qual uma empresa vende suas contas a receber para uma segunda empresa com um desconto.

Os tipos de industrial factoring

Por ser uma atividade econômica sem muita regulamentação, surgiram mais de uma modalidade de industrial factoring. Falaremos das mais conhecidas e utilizadas a seguir:

  • – conventional factoring: o tipo mais praticado no Brasil, quando o acordo é formalizado por meio de um contrato de fomento mercantil;
  • – trustee factoring: quando a empresa de factoring dá uma assessoria completa para a empresa cliente. Essa consultoria consiste na administração e planejamento financeiro de um negócio CPNJ e também na compra de créditos decorrentes de vendas mercantis. É bem útil para negócios que começam a funcionar com o caixa zerado;
  • – matéria-prima: outra prática que vem crescendo bastante no Brasil. É quando a empresa cliente, a que precisa de ajuda, pede a companhia de factoring um auxílio para conseguir matéria-prima.

A factoring, então, adquire os produtos de um fornecedor — pagando à vista — e abre uma conta-corrente para amortizar os créditos na medida em que a empresa cliente vai vendendo.

As vantagens do factoring

  • – Dentre as vantagens dessa espécie de financiamento, estão:
    cobranças mais eficientes de empresas que devem para a sua, afinal empresas de factoring têm experiência nesta área;
  • – aumento considerável de capital do seu negócio;
  • melhor gerenciamento financeiro de compras e alternativas de negociação com fornecedores;
  • – diminuição de riscos e responsabilidade;
  • – balanço financeiro mais equilibrado.

industrial-factoring-conheca-essa-atividade-comercial

Como funciona o factoring na prática

Para que o factoring funcione bem, é preciso de três partes envolvidas. Elas são chamadas de Factor, Aderente e Devedor. Lembre-se que o factoring consiste na seguinte ação:

Empresa número um transfere suas contas a receber para uma empresa número dois com um desconto (que será direcionado para uma empresa número três).
Factor, aderente e devedor podem ser explicados da seguinte forma também:

  • – aderente (ou Fomentada): empresa um — a que contratou a empresa de factoring e irá ceder seus créditos para receber o adiantamento;
  • – factor (ou Fomentadora): empresa dois, aquela que compra o crédito, ou seja, a empresa de factoring em si que irá adquirir o capital e realizar o pagamento para a aderente;
  • – devedor (ou Sacado): empresa ou pessoa três, aquela que está devendo para a aderente.
    Após assinatura do contrato, a transação começa quando a empresa comercializa seu produto (ou presta seu serviço para o devedor).

O que você tem que saber antes de usar o factoring para sua empresa

Um negócio que deseja obter as vantagens do industrial factoring deve saber determinar seus custos, lucros, impostos, expectativas de lucro e riscos de prejuízos.

Tendo isso definido, é fundamental que o empreendedor também saiba que o tipo de transação e valores serão diferentes do que o seu colega empreendedor de outro negócio disse. Afinal, cada empresa tem suas particularidades e encontra-se em situações financeiras diferentes.

Conclusão

Neste artigo você conheceu uma prática financeira nova que pode servir de alternativa para alavancar seu negócio. Soube também quando ela surgiu, como funciona na prática e suas vantagens.

Para mais conhecimento sobre o mundo dos negócios, empreendedorismo e marketing continue acompanhando a Ignição Digital!

Fórmula de Lançamento - Ebook

Nos dias 4, 5 e 6 de Dezembro de 2020, eu vou realizar o meu evento FL Ao Vivo totalmente online. Serão 3 dias inteiros de evento com um único objetivo: acelerar o seu caminho até a faixa preta.

FAÇA SUA INSCRIÇÃO

Ao se inscrever, você também irá receber e-mails de promoção/marketing do Erico Rocha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *