Gestão Financeira Para Pequenas Empresas — 5 Dicas de Sucesso

gestão financeira para pequenas empresas

A gestão financeira não é importante apenas para grandes organizações, mas principalmente para pequenas empresas. Esse tipo de planejamento tem como vantagens permitir que o negócio cresça de maneira estruturada e sustentável, além de evitar uma série de riscos. 

Muitos empreendedores iniciantes têm o hábito, por exemplo, de misturar as finanças pessoais com as da empresa — o que é um grande erro. 

Por outro lado, ao adotar um controle financeiro, é possível visualizar o fluxo de caixa e se antecipar a uma série de situações. Sobre esse tema, você irá saber neste artigo: 

  • • o que é uma gestão financeira para pequenas empresas;
  • • para que esse controle serve;
  • • como fazer uma gestão financeira eficiente. 

O que é uma gestão financeira para pequenas empresas?

Uma gestão financeira consiste em um conjunto de ações e estratégias para ter maior controle das movimentações de dinheiro. Isso envolve planejamento, análise, execução e monitoramento efetivo. 

Na prática, ela engloba as despesas fixas e variáveis, os lucros, investimentos, financiamento e patrimônio empresarial. Acompanhar de perto esses aspectos é, portanto, cuidar do coração da organização. 

Sem a gestão, o empreendedor pode não ter a ideia exata se está fechando as contas do mês com saldo positivo ou negativo. Além do mais, a falta de informações também contribui com a tomada de decisões arriscadas ou a observação de indicadores errados. 

Para que serve a gestão financeira?

Basicamente, a gestão financeira para pequenas empresas serve para dar mais clareza das movimentações realizadas. A partir desses dados, você obtém uma série de vantagens. Confira as principais: 

  • • simplificar a gestão empresarial;
  • • permitir a diminuição de despesas;
  • • errar menos;
  • • evitar prejuízos;
  • • ter mais segurança para tomar as decisões;
  • • controlar melhor o estoque;
  • • identificar problemas;
  • • fugir da crise.

Como gerenciar sua empresa financeiramente?

Existem alguns procedimentos gerenciais relacionados com esse planejamento financeiro que não podem faltar. Eles garantem que o seu controle seja eficiente e alinhado aos objetivos da empresa. 

Veja, passo a passo, como fazer uma gestão de qualidade nesse cenário:

1 – Faça um planejamento

O primeiro passo para saber como estão as finanças da empresa é se planejar. Nessa etapa, é necessário definir antes as metas, prazos, projetos e planos operacionais. 

Esses dados garantirão uma visão estratégica do que pode ser feito, de maneira a manter a saúde econômica empresarial. 

2 – Organize o fluxo de caixa

O fluxo de caixa é essencial em toda gestão financeira, pois permite visualizar as entradas e saídas de dinheiro em um período específico. 

Para facilitar o preenchimento das informações, você pode utilizar alguma ferramenta, como a QuickBooks. Ao acompanhar as movimentações, será possível observar se precisa renegociar os prazos com clientes e fornecedores — caso haja algum desequilíbrio entre o que entra e sai da empresa. 

3 – Mantenha um calendário de pagamentos

Perder o prazo de uma despesa fará com que a empresa precise desembolsar ainda mais capital para pagar os juros e as multas. Para evitar essa situação, é essencial manter um calendário de pagamentos ou ativar o débito automático no banco. 

Assim, o negócio ficará mais organizado, além de evitar alguns custos que, a médio prazo, podem fazer uma grande diferença. 

4 – Organize os documentos

Apesar de muitas contas serem pagas hoje pela internet, ainda é importante guardar os documentos e comprovantes dos pagamentos. Isso inclui contrato de prestação de serviços, boletos, faturas, etc. 

Quando for necessário recorrer a alguma informação, você terá fácil acesso a ela, caso tenha guardado os papéis. O armazenamento pode ser feito em pastas, gavetas ou caixas, desde que estejam em um ambiente seguro, limpo e livre de umidade. 

5 – Faça a integração com a contabilidade

Integrar os dados da empresa com o escritório de contabilidade evita que os dados sejam passados de maneira errada. Para isso, você pode usar algum programa que permita ao contador acessar o que é inserido no sistema ERP (Sistema Integrado de Gestão Empresarial). 

Em outras palavras, o que você preencher poderá ser visto pelo escritório contratado. Assim, as duas partes evitam a perda de tempo na transferência de informações e diminuem as chances de incorrerem em erro por digitação. 

Conclusão

Neste artigo, você viu o quanto o controle financeiro é essencial para as pequenas empresas, pois permite manter as informações organizadas, enxergar problemas, evitar prejuízos e, claro, ajudá-las a crescer. 

Independentemente de qual seja o tamanho da corporação, vale a pena manter o controle sobre as movimentações financeiras, caso queira ter sucesso. 
Quer saber mais sobre como a gestão financeira pode ser útil para o seu negócio? Confira os outros conteúdos que a Ignição Digital tem para você!

Fórmula de Lançamento - Ebook

Nos dias 4, 5 e 6 de Dezembro de 2020, eu vou realizar o meu evento FL Ao Vivo totalmente online. Serão 3 dias inteiros de evento com um único objetivo: acelerar o seu caminho até a faixa preta.

FAÇA SUA INSCRIÇÃO

Ao se inscrever, você também irá receber e-mails de promoção/marketing do Erico Rocha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *