Como Sair das Dívidas em 8 Passos Simples

Como sair das dívidas em 8 passos simples

Existe vida depois das dívidas? Eu posso afirmar com toda a certeza que existe e que é uma vida muito melhor. Neste artigo eu vou dar um passo a passo com soluções simples para quem quer aprender como sair das dívidas.

Passo 1: Olhe nos olhos do inimigo

Reúna toda a sua coragem e faça o que tem que ser feito: descubra o tamanho da sua dívida. Coloque na ponta do lápis todas as suas dívidas (cartão de crédito, cheque especial, crediários, etc) com os respectivos credores, valores, tempo que está em aberto e taxas de juros.

Passo 2: Tome o controle

Agora é hora de tomar as rédeas das suas finanças. Para isso, você vai precisar dedicar um tempo para estudar todas as suas entradas de dinheiro (salário, pensão, etc) e todos os seus gastos (aluguel, transporte, alimentação, dentre outros). Após fazer esse levantamento, você vai saber exatamente de onde vem e com o que é gasto o seu dinheiro.

Passo 3: Corte os excessos

Já sabe o tamanho da sua dívida e como seu dinheiro tem sido gasto? Chegou um momento muito temido: descobrir quais despesas são essenciais e quais são dispensáveis. Não tem como fugir: para quitar as suas dívidas, você vai precisar economizar. Será que dá para mudar o plano de TV por um mais básico? E cancelar ou diminuir o limite do cartão de crédito? E se você passar a comer menos fora?

Passo 4: Negocie

Engula o orgulho, entre em contato com os seus credores e procure formas de renegociar suas dívidas. Mas esteja atento aos seus limites! Não adianta renegociar e não conseguir cumprir o que for acordado.

Passo 5: Troque um problema maior por um menor

É isso mesmo que você entendeu: troque de dívida. Os maiores juros do mercado atualmente são de dívidas no rotativo do cartão de crédito e no cheque especial, então pegar um empréstimo consignado ou pessoal, que tem taxas menos pesadas, pode ser uma boa saída.

Passo 6: Abra mão

Você tem um dinheirinho guardado na poupança ou investido? Talvez seja essa a hora de resgatar ele e usar para quitar as suas dívidas. Pense nos juros, pense na liberdade que você terá quando não tiver mais que se preocupar com isso.

Passo 7: Ouse diversificar

Mesmo com as finanças sob seu olhar atento, com cortes, negociações e trocas feitas e com dinheiro resgatado a situação ainda está difícil? Que tal buscar novas fontes de renda? Muitas pessoas começam a empreender em momentos de aperto e acabam até mesmo se redescobrindo. Essa pode ser a sua chance!

Passo 8: Organize-se

Após passar por todos esses passos, acho que você já entendeu a importância da organização financeira, certo? Daqui para frente você vai sentir necessidade de manter suas finanças sob controle, então aprenda a se organizar. Se as planilhas não são muito a sua praia, não tem problema, existem vários apps de controle financeiro disponíveis no Google Play e na App Store. O importante é estar sempre com as suas finanças sob controle para nunca mais cair nas armadilhas das dívidas!

Este artigo foi útil para você? Assine a newsletter para receber mais conteúdos excelentes em primeira mão!

Fórmula de Lançamento - Inscrições Abertas

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero.

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *