Saiba Como Fazer a Distribuição de Lucros Simples Nacional

distribuição de lucros simples nacional

A distribuição de lucros simples nacional, pode ser prática quando executada de forma correta. Para isso é necessário entender bem cada categoria. Para isso, acompanhe o artigo abaixo:

Distribuição de lucros simples nacional pela DRE

A primeira opção para as empresas que adotam o simples nacional é calcular seus lucros através da DRE (Demonstração do Resultado do Exercício). Documento que pode ser montado apenas por um contador com registro CRC. Essed material  vai apurar todo o lucro líquido da empresa. A partir dessa constatação fica fácil distribuir as porcentagens para cada sócio e colaborador.

É importante se atentar, pois caso a sua declaração de imposto de renda não tenha o mesmo lucro assumido na DRE, será necessário pagar a diferença de tributação com juros e correção monetária.

Lucros simples nacional na isenção por presunção

A isenção por percentuais de presunção é uma opção para as microempresas que não possuem uma contabilidade tão apurada. Nesse esquema, os valores serão determinado a partir da aplicação dos percentuais de presunção de lucros. Para isso deve-se subtrair o valor da guia do Simples Nacional pelo lucro bruto da empresa, de acordo com artigo 15 da lei 9249/95.

Realiza-se uma soma do faturamento anual, logo, aplica-se a porcentagem fixa de presunção, sendo 8% para vendas e 32% para serviços.

Ainda que se opte por uma das formas de cálculo, o valor só poderá ser integralmente distribuído como lucro se não houverem dívidas, débido fiscal ou saldo negativo no caixa.

Distribuição de lucros simples nacional para MEI

O MEI (microempreendedor individual) não possui sócios e pode reter apenas um funcionário em sua empresa. Essa modalidade foi criada para ajudar os pequenos negócios a se formalizar.  Os adeptos ao MEI podem desfrutar de INSS, facilidades para empréstimos e benefícios empresariais. Porém, na distribuição de lucros simples nacional, algumas coisas podem ser diferentes.

O cálculo tende a ser mais simplificado, já que basta aplicar a porcentagem de isenção. Multiplica-se o faturamento por 8% para aqueles que trabalham com vendas, já os que estão na área de prestação de serviços, multiplicam pela alíquota de 32%. Assim defini-se a isenção dos lucros.

Entendeu como funciona a distribuição de lucros simples nacional? Comente aqui em baixo qual fórmula de cálculo é a ideal para o seu negócio, Continue acompanhando o blog Ignição Digital para mais conteúdos e dicas matadoras!

 

 

Fórmula de Lançamento - Ebook

Estão abertas as inscrições para uma nova turma da Fórmula de Lançamento. A FL é para você que quer alavancar suas vendas ou criar um negócio digital do absoluto zero que seja capaz de fazer um faturamento de 6 dígitos em 7 dias.

FAÇA SUA INSCRIÇÃO

Ao se inscrever, você também irá receber e-mails de promoção/marketing do Erico Rocha

2 thoughts on “Saiba Como Fazer a Distribuição de Lucros Simples Nacional”

  1. 1)BALANÇO ANUAL: fiquei em duvida se o lucro contábil da empresa tributada pelo simples nacional poderá ser distribuido totalmente e proporcionalmente as quotas de capital de cada sócio com isenção do imposto de renda dentro do balanço do ano base encerrado ou se precisa ficar obrigatoriamente figurando no balanço como lucros acumulados para ser distribuido a partir do ano seguinte?
    2)LIVRO CAIXA: se a empresa escriturou apenas o livro caixa, o lucro apurado mensalmente deduzido do IR pago no DAS do simples nacional deverá ser pago mensalmente ou poderá acumular durante o ano para distribuir proporcionalmente as quotas de capital de cada socio somente no mes de Dezembro de cada ano? – NO AGUARDO ; att. Nelson

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *