Por que demitir clientes?

Você já se imaginou demitindo um cliente? Sim, isso não só é possível, como muitas vezes necessário. Demitir clientes é uma prática que está sendo cada vez mais adotada pelos grandes empreendedores, e você precisa saber por quê.

Não importa se ele paga 10, 100, 40 mil ou 50 mil reais, ele será demitido se faltar com o respeito.

 

banner-ignicao-2-dicas7

Já falamos sobre o Princípio de Pareto, que explica como 20% de seus clientes são responsáveis por 80% do faturamento de sua empresa.

Para saber mais sobre o assunto, leia: Estratégia para aumentar o faturamento

No entanto, se 20% dos seus clientes proporcionam a maior parte do lucro de sua empresa, o que acontece com o restante deles? Novamente, seguindo o Princípio de Pareto, podemos dizer que 80% dos seus clientes são menores – ou simplesmente pagam menos –, o que nem sempre significa que você terá menos trabalho com eles. E isso pode ser um grande problema para você e sua equipe.

Por que demitir clientes?

Faça uma análise no seu quadro de clientes e tente mensurar quanto tempo sua equipe leva para executar as necessidades de cada um deles. É possível que você encontre resultados preocupantes, como clientes de pequeno porte que dão tanto ou mais trabalho quanto um cliente de grande porte.

Confira 2 sacadas reveladas para o sucesso do seu negócio.

Você deve prestar muita atenção nisso, pois o gasto de energia que sua equipe tem atualmente pode acabar afetando o bom desempenho que ela precisa ter ao atender um cliente com maior representação.

Além disso, há outro fator, que não está relacionado ao faturamento: respeito. A tolerância zero é regra nas empresas de Erico Rocha. Qualquer cliente que destratar um membro da equipe de Erico, seja oralmente ou por meio de email, é demitido, independente de ser uma empresa de pequeno, médio ou grande porte.

Não é possível atender todo mundo

Como dito acima, você deve ficar de olho na energia gasta para atender cada cliente. Muitos pensam que quanto mais clientes, melhor, mas isso não é tão simples. Em algum momento sua empresa vai chegar em um ponto que não será mais possível aceitar nenhum cliente sem que seja necessário aumentar sua equipe.

Assim como você precisa de seus funcionários para dar conta de todos os clientes, você precisa de seus concorrentes para conseguir atender todos que precisam de serviços ou produtos da sua área.

Imagine que você vai comprar uma camisa vermelha, mas ao chegar à loja descobre que todas estão em falta porque só há uma empresa responsável pela fabricação. Você ficaria frustrado, não é mesmo?

Para saber mais sobre trabalhar com concorrentes, leia: Como formar parcerias: A arte de não competir

Então, o que você pode fazer para ajudar as pessoas a encontrar um serviço de qualidade em sua área? Selecionar bem o seu quadro de clientes já é uma boa forma de garantir que todos eles receberão um ótimo tratamento de sua equipe.

Conclusão

Fique atento ao número de clientes que você tem e veja se todos estão sendo atendidos corretamente. Não esqueça de analisar quanto da energia de seus funcionários está sendo consumida por cliente.

Além disso, lembre-se de que os seus concorrentes podem ser parceiros, e que, se você realmente deseja que o seu mercado cresça, a parceria é o caminho fundamental.

banner-ignicao-2-dicas5

Fórmula de Lançamento - Inscrições Abertas

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero.

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *