MEI Pode Importar? Conheça as Regras!

saiba se mei pode importar

O microempreendedor individual é um modalidade empresarial que pode ser considerada uma empresa como outra qualquer, pois possui faturamento anual, realiza o pagamento de tarifas tributárias, presta contas à Receita Federal e pode efetuar a contratação de funcionários. No entanto,  algumas dúvidas ainda ficam em relação às especificações, uma delas envolve a importação. Afinal, um MEI pode importar?

Tem essa dúvida? Confira este artigo na íntegra e confira alguns esclarecimentos importantes sobre o tema e modalidade empresarial.

Afinal, o mei pode importar?

Atualmente o comércio de produtos importados cresceu e ganhou inúmeros consumidores. Com a concretização da internet e forte utilização das redes sociais, a importação de produtos recebeu mais expressividade.  Nesse sentido, os microempreendedores individuais podem realizar atividades de importação.  Porém, existem algumas especificações para essa categoria empresarial.

Quem é MEI pode trabalhar com importação por meio da revenda de produtos que são direcionadas ao consumidor final. Em resumo, é permitido realizar a comercialização de produtos típicos do comércio varejista. Além disso, a atividade deverá estar prevista no anexo VIII da resolução número 94/2011 do CGSN.

Saiba o que um MEI precisa fazer para importar

CLIQUE e baixe o ebook!

Semelhando a qualquer outra tipo de empresa, seja de médio ou grande porte, o MEI pode importar a partir do cumprimento dos procedimento necessário para habilitação no SISCOMEX (Sistema Integrado de Comércio Exterior).

Inicialmente, é essencial realizar o registro no sistema RADAR, para isso deve-se comparecer à Receita Federal e realizar a adição das atividades de importação e exportação.

A inscrição no RADAR poderá ocorrer para importações e exportações que ocorram por intermédio do Correio, como os serviços de Importa e Exporta Fácil. Porém, o valor das compras não poderá ultrapassar o limite de U$ 3.000 dólares.

Vantagens e desvantagens de importar como MEI

Quem é MEI e decide importar pode observará algumas vantagens e desvantagens no processo. Uma das principais vantagens não os menores impostos pagos, principalmente quando comparamos com modalidades empresariais de maior porte.

No entanto, o microempreendedor empresarial tem um limite de faturamento de 60 mil reais por ano.  A desvantagem é visível, pois ao dividirmos o faturamento anual, o lucro mensal giraria em cinco mil reais.. Ou seja, quem tem o objetivo de crescer trabalhando como importações, a modalidade de microempreendedor poderá ser limitante depois de certo tempo.

Gostou deste artigo? Agora que você já sabe se um MEI pode importar, aproveita para conferir outros conteúdos relacionados no Ignição Digital!

Veja o que você precisa para criar o seu negócio digital de sucesso, com um método que pode ser aplicado em qualquer segmento. CLIQUE e baixe o ebook!

 

 

 

Fórmula de Lançamento - Inscrições Abertas

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero.

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *