Entenda Como Funciona o Sistema de Franquia

Que jogue a primeira pedra o empreendedor que nunca pensou em investir num sistema de franquia. O principal atrativo desse tipo de negócio é a marca consolidada no mercado, testado e aprovado. Tudo muito bem, tudo muito bom, no entanto, ele também oferece riscos que podem ser evitados ao se conhecer melhor o seu funcionamento.

O sistema de franquia consiste no acordo entre duas partes: franqueador e franqueado. O primeiro cede ao franqueado direitos para que ele possa usufruir dos benefícios do seu modelo de negócios. Dessa forma, o investidor pode usufruir do uso da marca, comercialização, sistema de operação e de gestão. Mas ambas as partes precisam cumprir alguns direitos e deveres.

[GUIA] NEGÓCIOS LUCRATIVOS

Desperte o seu lado empreendedor e descubra o que fazer para ter um negócio sustentável e rentável em qualquer cenário. Baixe o Guia para Investir:

Insira seu email e receba o ebook:

Principais trâmites do sistema de franquia

Todos os trâmites são feitos com base na lei de franquia, instituída em 1994, que garante a transparência nas negociações. O franqueado deve pagar uma taxa específica para concessão da franquia, o que garante acessar todo o conhecimento desenvolvido e o uso da marca. Por sua vez, o franqueador deve orientar e capacitar adequadamente o empreendedor para que ele possa implantar adequadamente a unidade. Esse valor dependerá do tipo de negócio, mais especificamente dos aspectos econômico-financeiros, como lucro esperado e rentabilidade desejada.

Para fechar o negócio, ambas as partes precisam assinar um contrato por tempo determinado, passível de renovação, no qual informe que o franqueado poderá utilizar o padrão operacional e marca da empresa em questão. No documento, são especificados direitos e deveres que devem ser seguidos. Essa assinatura deve ser intermediada por consultores e advogados especializados, que garantirão o cumprimento da lei.

Mas o investidor pode voltar atrás? Sim, é possível não renovar o contrato com a sede da empresa ao fim do período estipulado. Caso queria rescindi-lo antes disso, precisa pagar uma multa previamente determinada. O lugar físico em que foi aberta a franquia pode ser passado para frente, afinal é patrimônio do empreendedor. Da mesma forma, o próprio franqueador pode quebrar as relações comerciais por não ter interesse naquele ponto ou porque não tem obtido o retorno satisfatório.

Se você pretende investir no sistema de franquias, procure conhecer mais sobre esse tipo de negócio e todos os trâmites envolvidos. Já falei mais sobre os cuidados que o empreendedor deve ter antes de assinar contratos dessa natureza. Leia aqui: Como Criar Uma Franquia? Confira Os Primeiros Passos!

Espero que esta sacada tenha ajudado você! Fique por aqui e assine a nossa newsletter para obter mais dicas sobre como empreender com sucesso. Até a próxima!

Fórmula de Lançamento - Inscrições Abertas

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero.

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *