Entenda Como Funciona o Sistema de Franquia

Que jogue a primeira pedra o empreendedor que nunca pensou em investir num sistema de franquia. O principal atrativo desse tipo de negócio é a marca consolidada no mercado, testado e aprovado.

Quer entender melhor como funciona? Neste artigo você saberá:

  • • o que é um sistema de franquia?
  • • para que serve uma franquia?
  • • para quem é indicado esse negócio?
  • • quais são os trâmites do sistema de franquia?

[GUIA] NEGÓCIOS LUCRATIVOS

Desperte o seu lado empreendedor e descubra o que fazer para ter um negócio sustentável e rentável em qualquer cenário. Baixe o Guia para Investir:

Insira seu email e receba o ebook:

O que é um sistema de franquia?

O sistema de franquia consiste no acordo entre duas partes: franqueador e franqueado.

O primeiro cede ao franqueado direitos para que ele possa usufruir dos benefícios do seu modelo de negócios. Dessa forma, o investidor pode usufruir do uso da marca, comercialização, sistema de operação e de gestão.

Mas ambas as partes precisam cumprir alguns direitos e deveres.

O sistema de franquia consiste no acordo entre duas partes: franqueador e franqueado.

O primeiro cede ao franqueado direitos para que ele possa usufruir dos benefícios do seu modelo de negócios. Dessa forma, o investidor pode usufruir do uso da marca, comercialização, sistema de operação e de gestão.

Mas ambas as partes precisam cumprir alguns direitos e deveres. Enquanto o franqueador recebe os rendimentos do franqueado, o franqueado tem a oportunidade de ter o próprio negócio a partir de uma marca estruturada.

Para que serve o sistema de franquias?

O sistema de franquias é um tipo de negócio que costuma ser bem-sucedido. De acordo com informações do Portal do Franchising, a cada 100 empresas abertas dessa forma, apenas cinco são fechadas depois de dois anos.

Então, se você deseja ter o seu próprio, essa pode ser uma opção interessante a se pensar. Confira as vantagens em abrir uma franquia:

  • marca: por já ser conhecida pelo público, é mais fácil de você fazer publicidade e divulgar os produtos;
  • gestão: você não precisa se preocupar com as partes burocráticas da empresa. O franqueador é quem irá treinar a equipe para que siga um modelo de gestão;
  • padronização: as franquias já seguem um estilo próprio, tanto de produto, serviço, comunicação e até a forma de atender. Isso facilita bastante na hora de fazer o gerenciamento;
  • suporte: em caso de dúvidas, você também poderá contar com o franqueador para receber orientação sobre aspectos contábeis, jurídicos, tributários, etc.

Quais são os trâmites do sistema de franquias?

Todos os trâmites são feitos com base na lei de franquia, instituída em 1994, que garante a transparência nas negociações.

O franqueado deve pagar uma taxa específica para concessão da franquia, o que garante acessar todo o conhecimento desenvolvido e o uso da marca.

Por sua vez, o franqueador deve orientar e capacitar adequadamente o empreendedor para que ele possa implantar adequadamente a unidade. Esse valor dependerá do tipo de negócio, mais especificamente dos aspectos econômico-financeiros, como lucro esperado e rentabilidade desejada.

Para fechar o negócio, ambas as partes precisam assinar um contrato por tempo determinado, passível de renovação, no qual informe que o franqueado poderá utilizar o padrão operacional e marca da empresa em questão.

No documento, são especificados direitos e deveres que devem ser seguidos. Essa assinatura deve ser intermediada por consultores e advogados especializados, que garantirão o cumprimento da lei.

Mas o investidor pode voltar atrás? Sim, é possível não renovar o contrato com a sede da empresa ao fim do período estipulado. Caso queria rescindi-lo antes disso, deverá pagar uma multa previamente determinada.

O lugar físico em que foi aberta a franquia pode ser passado para frente, afinal, é patrimônio do empreendedor. Da mesma forma, o próprio franqueador pode quebrar as relações comerciais por não ter interesse naquele ponto ou porque não tem obtido o retorno satisfatório.

Conclusão

O sistema de franquias é uma ótima forma das empresas já consolidadas abrirem novas unidades, ao mesmo tempo em que compartilham a gestão.

Para os franqueados, essa é uma maneira de empreender em um negócio estruturado. Neste artigo, você viu as diversas vantagens que existem em abrir uma franquia.

Espero que esta sacada tenha ajudado você! Fique aqui na Ignição Digital e assine a nossa newsletter para obter mais dicas sobre como empreender com sucesso. Até a próxima!

Fórmula de Lançamento - Ebook

Mundo Paralelo Virtual

O caminho do zero aos 2 milhões por ano - participe do maior evento virtual de lançamentos da América Latina com Erico Rocha.

Mais Informações

De acordo com as Leis 12.965/2014 e 13.709/2018, que regulam o uso da Internet e o tratamento de dados pessoais no Brasil, ao me inscrever autorizo Erico Rocha a enviar notificações por e-mail ou outros meios e concordo com sua Política de Privacidade.

6 thoughts on “Entenda Como Funciona o Sistema de Franquia”

  1. Uma coisa que ue não entendi muito bem, o valor que é pago pela franquia inclui intalação ou só pelos direitos de marca

  2. Olá,
    Tenho produtos criados e patenteados por mim, e muitos outros para serem tirados do papel, lhes pergunto, de que forma posso transformar minhas invenções em dinheiro, uma vez que não possuo empresa, posso franquear somente produtos que desenvolvo?

  3. Preciso de uma orientação para comprar uma franquia prestação de serviços em segurança do trabalho e saúde ocupacional.
    Já possuo uma empresa e uma carteira de clientes, eu tenho um ótimo comercial e conhecimento (franqueado) e o franqueador tem o atendimento móvel.

  4. Quando compro uma franquia de uma loja de roupa por exemplo, eu só estou comprando a permissão de utilizar o nome da loja ou no preço da franquia está incluso os produtos da loja

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *