Aprenda Como Tirar a Empresa do Vermelho

como tirar a empresa do vermelho

E ai, pessoal! Chegamos a mais um ano, mas as mesmas preocupações para os empreendedores brasileiros. A situação do nosso país ainda é incerta e só eu conheço muitos empresários que entraram em 2017 numa situação nada boa. Saber como tirar a empresa do vermelho é importante para evitar quebrar nesses momentos de turbulência. Parece impossível para você? Calma, porque essa tarefa exige muita disciplina e, principalmente, ousadia!

Sim, meus caros seguidores! Você já deve estar cansado de ouvir: é nos momentos de crise que surgem as melhores oportunidades, não é mesmo? Mais do que simplesmente cortar custos, se você pretende aprender como tirar a empresa do vermelho, é importante ficar aberto a uma reestruturação!

Dicas básicas de como tirar a empresa do vermelho?

Se você está passando por uma situação financeira complicada, não se sinta só. Muitos empresários já chegaram ao fundo do poço e se reergueram e hoje suas empresas ocupam um espaço de destaque no mercado. Para seguir os passos deles, você deve:

Avaliar bem antes de cortar custos

Antes de começar a cortar custos, é importante conhecê-los bem e separá-los em gastos fixos e variáveis. Isso permitirá saber onde e como reduzir, o que evita, por exemplo, substituir matérias-primas e insumos por outros mais baratos e que baixem a qualidade dos produtos que você oferece.

Deixe a decisão de demitir para último caso

Uma das grandes medidas de como tirar a empresa do vermelho é demitir. Com tantos desempregados no Brasil, podemos concluir que são muitos os adeptos dessa decisão. Mas o tiro pode sair pela culatra! É que os gastos com a demissão de funcionários também costumam pesar no bolso dos empresários e, ainda, diminuir a produtividade dos colaboradores que ficam.

Não misture as contas da empresa com as finanças pessoais

Isso acontece muito em empresas pequenas e médias e está entre os erros mais comuns dos empreendedores. É que as consequências podem ser sérios problemas de caixa, entre eles, uso do cheque especial ou cartão de crédito pessoal para financiar o negócio, os quais têm altos juros.

Renegocie dívidas

Levante todas as suas pendências financeiras e tente renegociá-las para reduzir o máximo que puder as taxas de juros. Procure refinanciamentos com prazos maiores e prestações menores. Agora, se ainda não tiver recorrido à crédito, recomendo que o solicite a instituições financeiras que operam com recursos públicos, como o BNDES e o Proger.

Procure o associativismo

O associativismo é apontado como principal recurso para salvar e alavancar empresas. Aliar-se a fornecedores, negociando prazos e valores é uma das principais formas de colocar isso em prática. Mas já pensou em se juntar ao seu concorrente? Vocês podem fazer compras conjuntas e ganhar ainda mais descontos, além de dividir custos em investimentos diversos.

Espero que essas dicas tenham ajudado a salvar sua empresa! Quer mais sacadas sobre empreendedorismo? Assine a nossa newsletter e fique por dentro de tudo.

Fórmula de Lançamento - Inscrições Abertas

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero.

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *