Como Importar Produtos Americanos Legalmente para Comércios?

saiba como importar produtos dos Estados Unidos

Muitos se perguntam sobre como importar produtos americanos, pelo fato desse mercado ter bastante variedade e preço baixo. No caso das empresas, essa dúvida é ainda mais recorrente. 

Quando as organizações importam de maneira legal, elas não têm problemas futuros, como novas taxas para serem pagas. Então, é importante saber exatamente como realizar essa compra.

Neste artigo, vamos mostrar para você como fazer importações de maneira correta e segura. Confira!

Vantagens de importar produtos dos Estados Unidos

Mesmo com a diferença cambial, é possível comprar produtos americanos gastando bem menos do que no Brasil. Para se ter ideia, um celular intermediário que aqui custa cerca de R$ 2 mil, pode sair por US$ 230 — o que equivalente a R$ 921 (dólar valendo R$ 4). 

A diferença é gritante e não se aplica apenas aos dispositivos tecnológicos. Diversas marcas de roupas, máquinas e peças específicas costumam ser baratas nos Estados Unidos. 

Durante o fim do ano, as oportunidades costumam ser ainda maiores, já que há Black Friday e Natal. Então, por que não aproveitar para comprar algumas mercadorias para o seu negócio?

Saiba como importar produtos para a sua empresa

É bem provável que você já saiba como importar produtos ao menos uma forma: diretamente das lojas americanas. Amazon, eBay, Hollister, Disney Store e tantas outras atuam aqui. 

Nesses casos, a entrega pode ser feita pelo serviço internacional dos Correios. A empresa cobra R$ 15 pelo despacho postal, independentemente se a encomenda tem ou não tributação. Também é importante lembrar que, além desse custo, é necessário pagar o frete e, muitas vezes, um tributo para a Receita Federal. 

Para as compras feitas no valor acima de US$ 500 é necessário pagar pela entrega domiciliária. Atualmente, a alíquota é de 60% sob o valor da importação (incluindo o preço da encomenda, o frete e seguro quando houver). 

Mesmo tendo um custo a mais para o consumidor ou empresa, o serviço de entrega permite que o comprador acompanhe a sua compra — assim como acontece nas encomendas nacionais. 

Lojas que não entregam no País

Talvez agora você esteja se questionando: como importar produtos americanos quando a loja não entrega no país. Será que isso é possível?

Sim, você pode fazer as suas compras sem se preocupar com a entrega. Nessa situação, uma opção é fazer o redirecionamento de encomenda. 

Funciona assim: você compra como se tivesse um endereço nos Estados Unidos, para depois enviar essa mercadoria para cá. 

Esse endereço pode ser o de uma empresa focada nisso, como a Qwintry. O armazém dela fica em Delaware, um estado que não cobra impostos comerciais. Por esse motivo, torna o redirecionamento mais fácil. 

As vantagens de fazer o redirecionamento são: 

  • – você pode comprar vários produtos e enviar em uma só caixa. Isso fará com que você só pague um frete internacional. Mas vale lembrar que a tributação brasileira permanece, pois é exigida em cima do valor da importação; 
  • – algumas empresas de redirecionamento oferecem o serviço de compra assistida, ou seja, auxiliam os compradores a adquirir os itens nos sites americanos. Se você não tiver cartão internacional, por exemplo, a Qwintry pode fazer a compra e permitir que você pague por boleto ou transferência bancária; 
  • – por essa forma de fazer compras, os envios são feitos pelo Serviço Postal dos Estados Unidos (USPS), uma opção segura e barata. 

Como saber quando vale a pena importar

Além do preço do produto, a importação envolve o custo do frete, a tributação e, se a compra for efetuada no cartão de crédito, o IOF de 6,38%. 

Sendo assim, para fazer uma empresa vantajosa, é importante colocar tudo isso na ponta do lápis para saber se realmente vale a pena importar. Considere ainda o tipo de produto que pretende trazer.

Se a sua empresa deseja oferecer algo exclusivo, por exemplo, a importação pode ser uma ótima aliada. Dependendo do seu objetivo, talvez seja até possível revender algo comprado nos Estados Unidos por um valor mais atrativo para os brasileiros. 

Conclusão

Como vimos, comprar produtos americanos pode ser uma ótima forma de economizar e trazer itens diferentes para o país. Porém, é importante fazer isso de maneira lícita e pagando todos os impostos devidos para não enfrentar problemas futuros. 

Agora que você sabe como importar produtos dos Estados Unidos, já pensou no que gostaria de comprar de lá? Use as nossas dicas e saia na frente da concorrência!

Para saber mais sobre empreendedorismo, navegue pela Ignição Digital. Temos sempre novidades sobre esse setor!

Fórmula de Lançamento - Inscrições Abertas

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero.

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *