Guia do Importador — 3 Dicas de Como Importar Roupas

Guia do Importador — 3 Dicas de Como Importar Roupas

Quem já trabalha ou quer trabalhar com revenda de roupas sabe o valor que boas peças importadas têm para o mercado. A procura é muito maior e os potenciais clientes pagariam muito mais por itens como esses. Entretanto, nem sempre o trâmite de como importar roupas é tão simples.

Ainda assim, a lucratividade compensa o esforço e, além disso, existem alguns truques para se dar bem com a importação. Neste artigo, selecionei os melhores. Veja!

Por que você precisa saber como importar roupas

Vender roupas importadas traz um bom lucro, mas comprá-las no Brasil pode minar completamente as suas possibilidades de bons resultados. Por isso, a melhor escolha é fazer a importação e garantir preços vantajosos no exterior, que podem significar uma economia de até 70% em alguns casos.

Para que isso seja feito da melhor maneira e você não perca dinheiro, é importante dar atenção a alguns detalhes e saber, de fato, como importar roupas e ter os melhores produtos para revender pela internet ou até mesmo em lojas físicas.

1. Atualize-se sobre o câmbio monetário

CLIQUE e baixe o ebook!

O valor das moedas oscila a todo o tempo, e deve ser acompanhado para garantir o melhor aproveitamento no momento da importação. Dependendo do câmbio, às vezes não vale a pena tentar importar muitos itens, pois se o valor estiver muito alto em relação ao real, a chance de prejuízo é muito grande.

Você deve colocar na ponta do lápis que, além de trazer o produto, será necessário pagar possíveis taxas alfandegárias no momento da chegada ao país, que representam, atualmente, 60% a mais no valor do produto.

2. Procure uma boa opção de redirecionamento de encomendas

São poucas as lojas internacionais que realmente fazem entregas no Brasil. As que fazem, inclusive, costumam cobrar fretes extremamente caros para enviar (o famoso shipping) as compras para nosso país.

Além disso, ao acessar online a loja brasileira de praticamente qualquer marca do exterior, o preço praticado é mais alto do que aquele visto nos países principais.

Sendo assim, o ideal é contratar um serviço de redirecionamento, que permite que você faça as compras em outros países, envie para um determinado endereço e faz todo o trâmite de enviar para você as suas compras. O frente é baixo e o envio tem mais garantia de sucesso.

3. Estude o mercado e o público

Apesar das dicas acima, importar roupas não é algo exatamente barato, por isso é importante apostar nas peças certas para o momento e entender o seu público.

Imagine você gastar mil dólares em roupas e, ao olhar seu depósito daqui alguns meses, ter pelo menos 800 deles encalhados ali. Ruim, não?

Mas é o que pode acontecer se você não procurar compreender, primeiro, quais são as necessidades e principais desejos de seu público.

Veja o que você precisa para criar o seu negócio digital de sucesso, com um método que pode ser aplicado em qualquer segmento. CLIQUE e baixe o ebook!

Pesquise, entenda o segmento, faça perguntas e tente encontrar sempre um mix de produtos que atenda à diversos tipos de consumidor. Produtos importados vendem muito bem e podem ser, realmente, um destaque em sua loja!

Agora que sabe mais sobre como importar roupas, veja se trazer dos EUA pra vender realmente vale a pena! Para mais artigos como esse, confira o Ignição Digital.

 

Fórmula de Lançamento - Inscrições Abertas

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero.

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *