Como Fazer a Gestão Participativa na Sua Empresa

Clique aqui e aprenda como fazer a Gestão Participativa no seu negócio

Existe uma música brasileira que explana um verso assim “ […] há três tipos de gente, os que imaginam o que acontece, os que não sabem o que acontece, e nós que faz acontecer […]”. Dentro do seu negócio, qual é o tipo de gente que você deseja contar? Os que fazem acontecer, não é? Que tal integrar todos do time sobre o que acontece no seu negócio através da gestão participativa? Aprenda como aqui!

O que é a Gestão Participativa

O conceito de gestão participativa é relativamente novo e tem foco nas pessoas dentro das organizações. Essa gestão é caracterizada por um conjunto de sistemas, condições organizacionais e comportamentos das lideranças, com o objetivo de harmonizar toda a obra organizacional, obtendo reflexos no engajamento de todos da empresa no processo administrativo do negócio.

Muito além de receber novas ideias, a gestão participativa é pautada em aceitar sugestões e críticas, derrubar hierarquias em massa e, de forma organizada, promover uma espécie de “princípio de anarquia”, onde a liderança ainda existe, mas o público geral do negócio tem uma voz ativa mais influente e decisiva.

Como implementar a Gestão Participativa no seu negócio?

Segundo Antônio Raimundo dos Santos, autor do livro Gestão do conhecimento: uma experiência para o sucesso empresarial, para implementar esse modelo de gestão é necessário mudar a cultura organizacional em três pontos:

Ponto 1: Sistemas

É necessário adaptar todos os sistemas onde existem conflitos de gestão, dentre eles: produção, comercialização, recursos humanos, administrativos, financeiro, entre todos os outros.

Ponto 2: Organização

Diminuir ao extremo e/ou flexibilizar o papel dos líderes dentro do negócio, reduzindo o número de níveis hierárquicos e implementando sistemas de autogestão e gestão participativa.

Ponto 3: Liderança

Assim como o papel organizacional, os líderes devem se policiar para que o processo participativo seja mais forte do que suas presenças propriamente ditas, ou seja, os colaboradores devem ter mais responsabilidades, deveres, liberdades e participações nas tomadas de decisões.

Várias cabeças pensam melhor do que uma!

Deixar o poder de decisão na mão apenas dos líderes além de arriscado chega a ser injusto, pois as tomadas de decisão influenciarão o trabalho de todos dentro de uma organização.

A gestão participativa consiste em tomar decisões pautadas no objetivo comum de todos, atingir resultados, contudo, com base nas ideias, sugestões e colaboração de todos. Assim a maioria da sua equipe será agradada e todos serão parte integrante do processo.

A gestão participativa não representa liberdade total, mas sim colaboração total, pois uma ideia genial pode sair de um lugar nunca dantes imaginado, por exemplo uma sacada de marketing nascer do setor financeiro.

Em uma orquestra não é apenas o maestro que faz a música acontecer, e sim cada instrumentista, entendeu? Implemente a gestão participativa em sua empresa e sinta os resultados!

Caso queira receber dicas e insights sobre sistemas de gestões assine a newsletter do Ignição Digital e receba conteúdos em primeira mão!

Fórmula de Lançamento - Inscrições Abertas

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero.

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *