Como Fazer Compra de Mídia Programática

Como Fazer Compra de Mídia Programática

Pode ser que você já tenha ouvido falar em mídia programática por aí e talvez não entenda muito bem do que se trata, mas ela pode ajudar a sua empresa e alcançar mais pessoas, o que ajuda nas vendas.

Como nem todo mundo realmente entende o que é mídia programática, vou contar o que você precisa saber sobre o assunto e, principalmente, como usá-la a seu favor. Confira!

O que é mídia programática?

Quem faz anúncios online ou mesmo só navega pela internet sabe que existem vários sites que oferecem espaços para compra de mídia. Eles são chamados de publishers.

A mídia programática é uma forma de automatizar a compra e venda dessa mídia por meio de ferramentas, o que torna esse processo de comercialização mais rápido e eficiente.

Dessa forma, negociações entre anunciante e publisher, inclusão de anúncios e outras atividades manuais são eliminadas. Tudo acontece por meio de um “leilão” no qual o anunciante com o maior lance consegue o espaço de divulgação que deseja.

Por que investir em mídia programática?

A mídia programática é uma ótima forma de atingir o seu público-alvo com mais eficiência, pois a ferramenta proporciona uma segmentação, atingindo as pessoas certas no momento certo e com menos esforço manual.

Quem investe nessa mídia tem mais tempo livre para planejar novas estratégias e campanhas, além da maior assertividade com as segmentações, o que diminui os custos de conversão.

E como posso usar mídia programática?

A compra de mídia programática envolve dois tipos de compra de inventário e duas formas de pagamento:

Tipos de compra de inventário

1. Reservado: quando o anunciante entra em contato direto com o portal, adquirindo um Private Deal ou Private Ad Exchange, o que faz com que ele tenha preferência na compra;
2. Não Reservado: quando o inventário está disponível dentro das Ad Exchanges, redes de leilão, e qualquer pessoa que tenha acesso a uma Demand-Side Platform (DSP) pode comprar.

Formas de Pagamento

1. Fixo: quando a compra de um espaço é feita através de CPM (Custo Por Mil Impressões);
2. Leilão: quando a compra é feita em leilão, uma das formas de compra por DSP.

Agora que você sabe mais sobre mídia programática, veja também por que investir em mídia display!

Fórmula de Lançamento - Inscrições Abertas

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero.

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

One thought on “Como Fazer Compra de Mídia Programática”

  1. Olá Érico, deveria pensar em promover um curso full-content de mídia programática. Muitos infoprodutores (como você conhece bem) são médios anunciantes, investem alto em publicidade para garantir a fatia do bolo no mercado – exceto é claro, quem navega em mar azul – Aqui eu tenho parceria com 3 produtores, se eu somar as 3 pastas eu tenho mais de R$500k de verba de mídia para aplicar mensalmente. Você sabe que gerir uma estrutura grande já é algo complexo, principalmente no modelo de publicidade com adnetworks e comprando tráfego de redes sociais… Mídia programática é o bicho e pode dar solução para muitos dos problemas enfrentados pela grande maioria dos produtores hoje, como todo o ônus operacional com atualizações de peças publicitárias, análises sucessivas do tráfego para alinhar os melhores canais, segmentação, oferta, etc… Se fizer um curso, eu vou ser o primeiro a comprar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *