O Que o Livro “As 48 Leis do Poder” Pode Nos Ensinar Sobre Negócios?

48 leis do poder

Você já sentiu como se estivesse de mãos atadas ou impotente diante algumas situações da vida? É essa sensação que o livro “As 48 Leis do Poder”, de Robert Greene, quer tirar de você. Para começar, o autor não só explica o que é o poder, mas ensina como adquiri-lo e aumentá-lo a fim de atingir seus objetivos de vida.

Todas as informações encontradas no livro provocam momentos de reflexão e estimulam a vontade de agir no leitor para que ele não deixe as oportunidades passarem diante aos seus olhos. 

No artigo de hoje você vai ver:

  • – desvendando a palavra “poder”;
  • – o resumo do livro “As 48 Leis do Poder”;
  • – as principais leis para aplicar nos negócios.

Desvendando a palavra “poder”

Podemos definir o poder como a capacidade de deliberar, agir e mandar. Tem ligação direta com quem pode realizar ou fazer determinada coisa. 

No Livro “As 48 Leis do Poder”, Greene define que o poder é um jogo. É preciso saber jogá-lo para conquistar aquilo que deseja seja nos negócios, relacionamentos, vida pessoal, entre outros. 

O autor traz personalidades históricas e exemplos do passado, como as bajulações em tempos do Absolutismo, por exemplo, e faz ligações diretas com os dias atuais. Ele mostra que a necessidade de ter uma sociedade civilizada e democrática é apenas uma estratégia para ganhar poder e, consequentemente, permanecer nele. 

Além disso, quem deseja alcançar esse feito não deve levá-lo apenas em alguns momentos da vida, mas, sim, em todos os instantes. É preciso agir de maneira ativa e enfrentar quem deseja tomar o seu lugar. 

O livro é como se fosse um manual para seguir e aplicar no dia a dia. Basicamente, quem colocá-lo em prática, deseja ganhar poder independentemente para qual fim. Por isso, mantenha em mente os seus reais objetivos e saiba usar as leis ao seu favor.

Resumo do livro “As 48 Leis do Poder”

Todas as 48 leis do poder criadas por Greene foram ambientadas em cinco classes de pessoas:

  1. – estadistas;
  2. – cortesões;
  3. – estrategistas;
  4. – sedutores;
  5. – charlatões.

Algumas vão te estimular e, outras, diminuir sua vontade de conquistar o poder. Durante a leitura, é normal ficar confuso se conquistá-lo é algo positivo ou negativo. Tudo depende de qual sentido você dá e qual o seu real objetivo de vida com ele. 

Robert Greene nos mostra que as leis podem ser usadas em diferentes ocasiões e não só para aquisição de status na sociedade, por exemplo. É possível compreender o aspecto humano, ter maior controle sobre seus problemas e dar um rumo à vida apenas lendo o livro. 

Porém, por outro lado, o autor traz afirmações de que ser justo e correto o tempo inteiro pode destruir suas chances de ser uma pessoa bem sucedida. 

Uma grande vantagem da leitura, além das dicas para conquistar poder, é conseguir distinguir pessoas que fazem o uso das leis. Sim, com a leitura do livro você será capaz de ter uma visão mais ampla e até mesmo se proteger daqueles que almejam o poder a todo custo.

Como tudo na vida, não é uma tarefa rápida e fácil conquistar prestígio. Requer tempo e dedicação para acontecer. Por isso, não ache que ler o livro é apenas o necessário. 

As leis e os negócios

Entre as 48 leis do poder selecionamos algumas que são interessantes e podem ser aplicadas dentro de empresas. São elas:

Proteja a sua reputação

É a sua reputação que irá trazer o seu poder. Quanto mais respeitado você for, mais reconhecido é. Ou seja, tudo o que sua marca e empresa precisam é uma posição de destaque no mercado. Construa uma boa reputação e deixe que seus clientes repassem ela. 

Atraia atenção

As empresas, assim como as pessoas, são julgadas pela sua aparência e modo de agir. Quem não é visto, consequentemente, não é lembrado. Para não fracassar nas vendas, por exemplo, é preciso se destacar entre os concorrentes.

Quais são os seus diferenciais? Seja objetivo e não passe despercebido nas suas estratégias de branding

Evite pessoas tristes e azaradas

Essa lei diz para manter as pessoas infelizes e azaradas longe de você. Traduzindo para o seu negócio, contrate apenas colaboradores que estão motivados a fazer dar certo. Não escolha profissionais pessimistas e que não conseguem resolver um problema. 

Opte por aqueles que tentam fazer a diferença e mantêm um pensamento positivo mesmo diante às adversidades. 

Concentre suas forças

Você, possivelmente, tem muitas metas e objetivos a atingir na sua empresa. Porém, concentre-se em apenas uma por vez. Quem ataca em todas as frentes não consegue distribuir suas forças igualmente. Liste seus objetivos por ordem de prioridade.

Reinvente-se

Reinventar não é fugir da sua própria identidade, mas, sim, chamar atenção do seu público para algo novo. Quando achar que a sua marca já foi definida, arquitete-a novamente. Não deixe os outros definirem o que ela é. 

Os arquétipos, por exemplo, são ótimas maneiras estratégicas para se posicionar de maneira eficiente. 

Conclusão

Hoje você aprendeu o que é poder e como o livro “As 48 Leis do Poder” define a palavra.  Conheceu também algumas para implementar no seu negócio de maneira eficiente e prática. 

Gostou do conteúdo? Continue acompanhando o blog da Ignição Digital!

Fórmula de Lançamento - Ebook

Entre os dias 08 e 11 de setembro de 2020, vai acontecer a Semana da Independência 6 em 7. Uma série de 4 encontros onde eu vou mostrar como faturar 6 dígitos em 7 dias no seu negócio atual ou em um novo negócio online.

FAÇA SUA INSCRIÇÃO

Ao se inscrever, você também irá receber e-mails de promoção/marketing do Erico Rocha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *