O Assassino Nº1 de boas ideias (Cuidado, ele pode te atacar!)

boas ideias procrastinação projetos

Talvez você não saiba, mas existe um assassino que é responsável por matar todas aquelas ideias criativas que você tem quando está tomando banho, andando pela rua tranquilamente, prestes a dormir, ou em outros momentos que te inspiram criatividade.

Mas pode ficar tranquilo, pois além de acontecer com você, isso também acontece comigo. E por que isso seria uma boa notícia? Bem, porque eu posso compartilhar com você o que eu faço para derrotar esse assassino…

Neste texto

O que é que mata as suas boas ideias?
Os níveis de comprometimento
Honrando os compromissos

Fórmula de Lançamento Ignição Digital

O Assassino de Boas Ideias

Esse assassino é a falta de comprometimento, e é por conta dele que várias de nossas grandes ideias acabam não chegando nem mesmo ao papel. O que eu vou te dizer agora é o que eu fiz para diminuir as chances de procrastinar e colocar em prática uma grande ideia que eu tive.

A gente acha que as coisas só começam quando são realizadas, mas não é bem assim. Tudo começa quando nós nos comprometemos de verdade a cumprir algo.

Imagine que você quer muito viajar e tirar umas férias. Não importa se você quer ir pra uma cidade do interior, para outra região do Brasil ou até mesmo para fora do país. A sua viagem começa quando você inicia os preparativos para a mesma.

Pode notar: a partir do momento que você toma a decisão de viajar, tudo muda. Você vai prestar mais atenção às notícias relacionadas ao seu destino de viagem, vai se interessar mais por dicas de viagens e assuntos do gênero.

Tudo isso faz parte do clima de viagem, e o compromisso é reforçado quando você compra sua passagem.

O mesmo acontece quando você se compromete, de verdade, com alguma tarefa. E é assim que podemos dividir o comprometimento em dois níveis.

Primeiro nível de comprometimento

O primeiro nível é o individual, onde você se compromete apenas consigo, e ninguém mais sabe desse compromisso. A eficácia disso varia de pessoa para pessoa, e também pode ser afetada de acordo com o objetivo.

Se comprometer com uma viagem, em muitos casos, pode ser mais fácil do que se comprometer com um trabalho.

De qualquer forma, o primeiro nível já é reponsável por algumas mudanças de postura, pois você sabe que precisa agir e tocar o seu plano para frente.

Tem um texto que eu leio toda vida que eu exito cumprir alguma coisa. Ele se chama “O Poder do Comprometimento”, de Goethe.

“Enquanto não estivermos comprometidos poderá haver hesitação, a possibilidade de recuar e, sempre, a ineficácia”

No vídeo, leio o texto completo.

Segundo nível de comprometimento

É quando você se compromete com um público. No meu caso, eu tive a ideia de fazer 1 entrevista por dia durante o mês de abril, e sabia que isso seria muito trabalhoso.

No entanto, passei para o segundo nível de comprometimento e anunciei para a minha audiência do Youtube esse objetivo.

Eu não podia simplesmente voltar atrás…

Agora, devo confessar que isso foi fundamental para que eu continuasse essa empreitada, e vou te explicar o porquê.

Fazer as entrevistas nem sempre é algo simples. Eu estou acostumado com o formato, mas isso não quer dizer que as pessoas entrevistadas também estejam. Por conta disso, eu já tenho o equipamento necessário para a produção dos vídeos, mas nada garante que a outra pessoa também terá.

Além disso, todas as entrevistas foram feitas enquanto eu estava nos Estados Unidos, e questões como o fuso-horário e a conexão da internet eram empecilhos extras para que as entrevistas fossem realizadas. Algumas até tiveram que ser regravadas…

Imagine se eu tivesse mantido esse compromisso no primeiro nível. Eu teria, com certeza, deixado de fazer as entrevistas depois da décima.

O resultado que eu tinha conseguido naquele momento já tinha sido bom e ninguém saberia que o que eu realmente queria era fazer entrevistas até o final do mês.

É muito mais fácil desistir quando ninguém sabe que você está fazendo isso.

Honre os compromissos

Independente de estar no primeiro ou segundo nível, você precisa se esforçar para honrar os compromissos. Isso significa que você sempre vai conseguir honrá-los? Não, nem sempre.

Se um time diz que vai ganhar a copa do mundo de futebol, ele pode até mesmo ter muita vontade e grandes chances de conseguir, mas o compromisso não é só o que conta. Vários fatores podem interferir. Uma lesão, doença, um compromisso maior do adversário…

O que importa é que, no final de tudo, você tenha se esforçado ao máximo, de verdade, para entregar aquilo que você prometeu.

Vale lembrar que você deve se comprometer a fazer coisas que te desafiam, mas que você acredita que possam ser alcançadas. Além disso, o tempo limite também é muito importante.

Foi seguindo esses princípios que consegui realizar um mês completo de entrevistas com grandes empreendedores brasileiros para mostrar que é possível empreender, independente do seu seguimento, idade ou região.

Recapitulando

A falta de comprometimento acaba com as boas ideias
Os níveis de comprometimento
Honrando os compromissos: se esforçar ao máximo e superar limites

Fórmula de Lançamento Erico Rocha

Fórmula de Lançamento - Inscrições Abertas

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero.

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

2 thoughts on “O Assassino Nº1 de boas ideias (Cuidado, ele pode te atacar!)”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *