Sistema de Compliance — O Que é e Como Aplicar

o que é sistema de compliance e como adotar

O sistema de compliance serve para que as empresas sigam uma série de regras e, assim, possam se adequar às leis do país em que atuam. 

As vantagens de ter essa área na organização são diversas, como dispor de ferramentas preventivas adequadas ao negócio, evitar problemas fiscais e gerenciais, além de ter uma reputação melhor no mercado. 

Neste artigo, você entenderá de vez: 

  • •o que é sistema de compliance;
  • •o porquê é importante estar em compliance;
  • •como aplicar esse sistema;
  • •e mais.

O que é sistema de compliance?

Antes de entender o que é o sistema de compliance, é importante compreender o significado dessa palavra de origem inglesa. O termo “compliance” deriva do verbo “to comply”, que em português seria o mesmo que estar de acordo com as regras.

Nas empresas, esse conceito é entendido como estar adequado a uma lei, norma e até uma política interna. Ou seja, o sistema consiste em um conjunto de ações para que as organizações atendam a esse objetivo. 

No entanto, nos últimos anos, essa ideia foi ampliada, por conta dos recentes casos de corrupção no Brasil. Atualmente, as empresas têm programas de compliance para evitar atos ilícitos, como fraude e corrupção. 

Vale notar que, de acordo com a Lei Brasileira Anticorrupção, nº 12.846 do ano de 2013, as organizações com funcionários ou representantes envolvidos em ações legais serão responsabilizadas. Então, todo cuidado é pouco para seguir as regras e, assim, não sofrer graves sanções e ser prejudicado no mercado. 

Por que é importante estar em compliance?

As empresas que não estão de acordo com a lei ou que têm profissionais envolvidos em atos ilícitos, além de poderem ser responsabilizadas, também são prejudicadas no mercado. 

Para evitar problemas, as organizações podem deixar de fazer acordos com quem não está em compliance. Outro motivo pelo qual é necessário ser ético e transparente é para entrar e se manter na Bolsa de Valores. 

Por segurança, os investidores analisam os negócios em que podem aplicar dinheiro, preferindo os que têm boa governabilidade. Portanto, ter um sistema de compliance é essencial para as empresas que desejam se destacar positivamente nos dias de hoje. 

Sem contar que, mesmo que a gerência atue para seguir todas as regras, isso não significa que alguém não poderá cometer uma fraude. Por essa razão, é necessário que a empresa esteja atenta para evitar essa situação. 

Como aplicar o sistema de compliance?

Uma das formas de implementar um sistema de compliance é compor um comitê para avaliar os pontos críticos e riscos da corporação. Caso a empresa seja pequena ou estiver disposta a gastar tantos recursos, ela pode criar esse grupo com alguns colaboradores de cada área. 

Além disso, é importante que haja um código de ética e processos bem estabelecidos para que sejam seguidos pelos profissionais. Mais do que desempenhar as tarefas, todos precisam entendem qual é a cultura de onde trabalham, tendo clareza do que pode ou não ser feito para alcançar os objetivos profissionais. 

Outra estratégia que serve para fazer a empresa estar dentro da lei é oferecer treinamento para os funcionários. Realizar reuniões e eventos para tratar de assuntos críticos ajuda a alertar a todos sobre a responsabilidade que cada um tem, assim como afastar os riscos de haver atos em desconformidade com o que foi estabelecido. 

Confira como a sua empresa pode ser ética e transparente

Exercer o que prega

A “ética” é uma das palavras mais usadas em reuniões e treinamentos. Porém, caso a organização não coloque em prática o que prega, os colaboradores podem acreditar que existe uma flexibilidade no que é permitido e irão acabar não levando a sério todas as normas estipuladas. 

Por essa razão, é importante definir apenas uma maneira de executar as tarefas, receber demandas, conversar com clientes, etc. Assim, existe menos chance dos profissionais agirem por conta própria e não seguir os padrões da empresa. 

Canal de denúncia

Vale também ter um canal para que todos os colaboradores possam se comunicar com a gerência, ainda que de maneira anônima. Além de apontar falhas em processos e comportamentos, esse meio precisa servir para ações efetivas. 

Caso contrário, ninguém irá se dispor a apontar os erros. Sobretudo se imaginar que sofrerá alguma represália por isso. 

Metas

No que se refere às metas e aos objetivos, eles precisam estar em acordo com os princípios éticos da empresa. Se eles extrapolam esse limite, as chances de a organização enfrentar problemas é grande. 

Conclusão

Para evitar casos de fraude e corrupção, as organizações podem adotar um sistema de compliance, isso é, um conjunto de ações para garantir transparência e honestidade. Nesse artigo, vimos algumas maneiras de implementar essa prática. 

Lembre-se de que o valor do seu negócio está atrelado à sua reputação. Então, se você deseja se destacar no mercado, precisa respeitar as regras e garantir que todos os colaboradores estão fazendo o mesmo. 

Quer saber mais sobre empreendedorismo e como obter sucesso na sua área? Continue na Ignição Digital!

Fórmula de Lançamento - Ebook

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero

DOWNLOAD GRATUITO DO EBOOK

Ao se inscrever, você também irá receber e-mails de promoção/marketing do Erico Rocha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *