Saiba Por Que Você Faz a Oferta do Seu Produto do Jeito Errado

Pra você produto e oferta são a mesma coisa? Quando você quer vender o seu produto você espera fazer isso apenas descrevendo as funções dele?

Se você respondeu sim para as duas perguntas, preciso te dizer: você está fazendo a sua oferta do jeito errado.

E eu vou te contar o por quê.

saiba_por_que_você_faz_a_oferta_do_seu_produto_do_jeito_errado02

O que é o seu produto é a informação mais importante?

Lá atrás quando o marketing começou a existir os fabricantes ou donos de lojas vendiam os produtos descrevendo a função de cada um.

Mas ainda hoje muitos empreendedores acreditam que as expressões “descreva sua oferta” e “descreva seu produto” resultam na mesma resposta.

E é por esse exato motivo que essas pessoas não estão vendendo tanto quanto poderiam estar.

Existiu um tempo em que, basicamente, dizer o que é o produto e a função dele era suficiente para a pessoa decidir se queria comprar ou não.

Então, por exemplo, se você vendia ferro de passar roupas e dizia que ele tirava os vincos das camisas de seda já era o bastante para a pessoa tomar uma decisão.

Mas o marketing evoluiu e essa forma de vender um produto baseado no que ele faz está morta. E se no seu negócio não está, deveria estar.

saiba_por_que_você_faz_a_oferta_do_seu_produto_do_jeito_errado03

Os tempos mudaram e hoje o ponto de partida para que o seu cliente queira comprar o seu produto não é o que ele faz, mas que benefício ele entrega.

Acompanhe a lógica por trás da mudança.

Suponha que há muito tempo atrás eu vendia lençol e você travesseiro.

– Quer comprar meu lençol pra te esquentar?

– Quero.

– E você, quer comprar meu travesseiro pra deitar?

– Quero também.

Só que com o passar do tempo aconteceu mais ou menos o seguinte:

– Você quer comprar meu lençol de algodão egípcio?

– Ou será que você prefere o dele de fio sintético?

E o travesseiro:

– De penas de ganso?

– Mas tem também aquele com a tecnologia da Nasa…

– Qual será o melhor?

Mas os dois lençóis não servem pra cobrir e dois travesseiros pra deitar? Sim. Só que os benefícios que eles entregam são iguais? Não.

Foi a partir daí que o marketing passou a se diferenciar e transferiu a sua função de A. o que o produto faz para B. o que eu como cliente ganho com isso?

saiba_por_que_você_faz_a_oferta_do_seu_produto_do_jeito_errado04

Então como a oferta poderia ser igual?

Produtos com a mesma função têm benefícios iguais?

O que a marca Bic vende? Caneta.

E a Mont Blanc? Também.

Então tá bom, se as duas marcas vendem produtos pra fazer anotações elas estão concorrendo diretamente, certo?

Errado.

Vamos por partes.

A princípio o produto da Bic e o da Mont Blanc têm a mesma função: permitir que as pessoas façam anotações. Mas eu não posso dizer o mesmo sobre os benefícios que as duas entregam.

A vantagem de ter uma caneta Bic pode ser fazer uma prova com a garantia que você não vai ficar na mão, por exemplo.

Mas, provavelmente, quem compra a caneta Mont Blanc não compra esperando como benefício número 1 ser uma caneta que não te deixa na mão na escola, faculdade ou trabalho.

Mas sim esperando que o produto traga status e destaque no meio social.

O que você como empreendedor deve ter em mente é que o que vai fazer o público comprar os seus produtos não é o que ele faz, mas o benefício que ele entrega.

E a sua chance de mostrar o que o seu produto representa é na sua oferta, na sua mensagem de marketing.

Agora você está entendendo porque a mensagem de marketing não pode estar ancorada na função do seu produto?

saiba_por_que_você_faz_a_oferta_do_seu_produto_do_jeito_errado05

A sua mensagem de marketing entrega o benefício do seu produto?

Suponha que você tem um negócio que venda ganchos autocolantes para pendurar quadros na parede.

Você pode dizer para o seu público que é melhor prender os ganchos que furar com a furadeira, que um gancho aguenta não sei quantos quilos, que é fácil de aplicar…

Tudo isso são de fato qualidades da descrição do seu produto que podem te ajudar a vender.

Mas, se você parar pra pensar: beleza, faz tudo isso, mas e daí? O que no final das contas o cliente ganha de melhor se ele comprar o seu produto?

Ele ganha paredes em perfeito estado quando ele enjoa dos quadros pendurados.

saiba_por_que_você_faz_a_oferta_do_seu_produto_do_jeito_errado06

Esse é o grande benefício. Falar isso faz diferença, não faz?

No fim das contas, com a sua mensagem de marketing, o seu cliente deve ser capaz de enxergar o que ele ganha de melhor por trás de toda a funcionalidade que o seu produto oferece.

Você já pensou em quais benefícios o seu produto entrega para o cliente? De que forma você trabalha com eles na sua oferta?

Eu poderia te dizer que entregar o benefício do seu produto na sua oferta é o suficiente para alavancar as vendas do seu negócio, já que é uma técnica muito poderosa. Mas você vai descobrir que você pode ir muito mais além se aprender ainda mais técnicas de Marketing Digital. Então se você quer dar o próximo passo para aumentar os resultados do seu negócio inscreva-se agora mesmo no 7º Workshop Online e Gratuito da Fórmula de Lançamento.

QUERO PARTICIPAR DESSE WORKSHOP

Fórmula de Lançamento - Inscrições Abertas

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero.

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

One thought on “Saiba Por Que Você Faz a Oferta do Seu Produto do Jeito Errado”

  1. BOA NOITE! !!!!!!!!
    APENAS GOSTARIA DE CONHECER. GOSTO MUITO DA
    DRA. TATIANA ACREDITO MUITO NELA, ELA É MUITO SINCERA.
    NÃO ENTENDI MUITO BEM O QUE O SR. QUER DIZER OU PASSAR…….
    Ñ ACREDITO EM MILAGRES, ACREDITO EM COISAS REAIS……
    CONHECIMENTO SEMPRE É BOM, QUEM SABE, UM DIA ME POSSA SER ÚTIL. NO MOMENTO Ñ POSSUO DISPONIBILIDADES FINANCEIRAS, PARA
    AVENTURAS MENOS AINDA…….
    MALU

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *