Reestruturação de Empresas — Primeiros Passos para Se Recuperar de Crise Financeira

Reestruturação de Empresas — Primeiros Passos para Se Recuperar de Crise Financeira

O Brasil passou, recentemente, por uma das maiores crises financeiras dos últimos anos. Muitos negócios fecharam as portas e outros se viram obrigados a demitir uma grande quantidade de funcionários. Hoje os tempos são outros, ainda existem consequências da crise. O lado bom é que a reestruturação de empresas pode ser trabalhosa, mas não é impossível.

Como funciona a reestruturação de empresas?

Não é fácil retornar às melhores épocas de seu negócio após passar por uma crise como a que pudemos presenciar, mas você ainda pode utilizar técnicas de reestruturação de empresas para começar a trabalhar nisso.

A ideia é se valer de alguns princípios básicos, até mesmo do início de um negócio, para garantir um novo olhar para a empresa, uma visão de futuro diferente baseada nas novas expectativas após a crise.

Veja algumas das dicas que selecionei para você iniciar a sua volta por cima:

1. Reorganize-se

Ser empreendedor em tempos de crise exige novas perspectivas diante de certos pontos de seu negócio. Por isso é importante pesquisar e entender o mercado e a situação de sua empresa para organizar-se novamente.

O maior foco da reformulação deve ser financeiro, mas esta é uma chance de refazer também o fluxo de trabalho e verificar quais são os cargos que precisam ser ocupados, bem como se são necessários novos cargos ou funções.

2. Separe as dívidas

É possível que, do tempo de recessão, tenham restado dívidas. Caso já haja um acordo diante dos cobradores, mantenha seus pagamentos sempre em dia. Se não, estude as melhores maneiras de quitar os débitos antigos.

Não misture as dívidas de agora com as que sobraram do tempo de crise, ok? É um novo tempo para a sua empresa, e separar o que já passou do que está por vir é essencial para controlar a contabilidade de seu negócio.

3. Mantenha os pés no chão

Durante uma reestruturação de empresas é crucial compreender que nenhum sucesso é razão para exageros. Todos queremos, é claro, que após certo tempo o negócio volte a crescer, mas este processo pede cautela.

É possível manter seu negócio lucrativo durante a crise. Aproveite os ganhos para fazer uma reserva ou quitar dívidas antigas. Não pense muito grande ainda, pelo menos até que tudo esteja em seu devido lugar novamente.

4. Tenha em mente a possibilidade de decisões extremas

Às vezes pode acontecer, sim, de todo o plano de reestruturação andar na contramão. Nesse caso, se não houver progresso, talvez fechar temporariamente o negócio seja a melhor opção.

Não entenda isso como um “adeus”, mas sim como um tempo para “arrumar a bagunça”, jogar fora o que for necessário e dedicar-se ao máximo à volta.

Com mais tempo entregue às questões que devem ser solucionadas, mais chance tem de tudo dar certo. O sucesso virá, pode acreditar!

Gostou dessas dicas? Aproveite e veja também como diminuir a ansiedade e manter o autocontrole diante da situação!

Fórmula de Lançamento - Ebook

Eu quero te convidar para o Mundo FL, um encontro virtual de 3 dias inteiros, das 9h da manhã às 9h da noite, aprofundando o conteúdo da Fórmula de Lançamento com as sacadas, as táticas e as estratégias que eu e os meus faixas-preta aplicamos e fizemos funcionar nos nossos negócios no primeiro semestre de 2021.

FAÇA SUA INSCRIÇÃO

De acordo com as Leis 12.965/2014 e 13.709/2018, que regulam o uso da Internet e o tratamento de dados pessoais no Brasil, ao me inscrever autorizo Erico Rocha a enviar notificações por e-mail ou outros meios e concordo com sua Política de Privacidade.

One thought on “Reestruturação de Empresas — Primeiros Passos para Se Recuperar de Crise Financeira”

  1. Obrigado por esse artigo Érico. Recentemente eu vi meu negócio afundar, simplesmente quebrou de um dia pro outro. Desde então estou tentando me reerguer e todas as formas mas é muito difícil. Nessas horas aprendemos a valorizar as decisões que tomamos antes e aprendemos muito com isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *