O Que são Juros Simples e Compostos? Aprenda a Calculá-los

como calcular juros simples e compostos

Os juros simples e compostos são a principal forma de cobrar pelo empréstimo de um dinheiro. É importante entender como eles são calculados antes de solicitar um crédito, como financiamento, ou, até mesmo, para fazer um investimento. 

Assim, você terá mais autonomia para avaliar quando uma operação é vantajosa ou não. Neste artigo, confira: 

  • • o que são juros simples e compostos?;
  • • para que servem os juros simples e compostos?;
  • • como calcular os juros simples e compostos?

O que são juros simples e compostos?

Os juros simples são calculados apenas em cima de um montante inicial. Por causa disso, esse é um cálculo que possui menos variáveis e, portanto, é mais fácil de ser feito. 

No caso dos juros compostos, o tempo também é um fator a ser considerado. Essa taxa é calculada sobre o montante inicial somado aos juros acumulados do período. Em outras palavras, é o famoso “juros sobre juros”. 

Como se percebe, os juros compostos são mais vantajosos para quem empresta o dinheiro, pois depois de um tempo tornarão o valor emprestado muito maior. Já quem paga pelo empréstimo deverá desembolsar mais taxas. 

Para que servem os juros simples e compostos?

Os juros simples e compostos são o custo do dinheiro. Ou seja, eles servem para remunerar pessoas físicas e jurídicas que emprestam ou investem determinado montante. 

Caso eles não existissem, as operações financeiras não seriam vantajosas, já que envolveria apenas o valor inicial. Por exemplo: um cliente que solicita R$ 800 ao banco só iria pagar R$ 800. 

Sendo assim, para tornar as relações justas é que essas taxas foram criadas. O mesmo se aplica aos investimentos

Um investidor que adquire um título público empresta dinheiro ao Tesouro Nacional. Ao final de um período, ele pode retirar o valor investido mais os juros que lhe cabem, como uma forma de remuneração. 

Como calcular os juros simples e compostos?

Na prática, calcular os juros simples e compostos não é complicado. Entenda melhor como funciona!

Juros simples

Para os juros simples, só existem basicamente dois valores: o inicial e a taxa. Por exemplo: imagine que você solicite R$ 1000 que cobra 0,8% de juros simples em um mês. Ficaria assim: 

Total a ser pago: 1.000*0,8% + 1.000 = 1.080. 

O primeiro fator se refere à taxa e o segundo ao montante solicitado. Caso o empréstimo fosse por apenas um mês, o valor seria de R$ 1.080. 

Porém, se você escolhesse pagar em cinco vezes, o cálculo seria diferente. Então, o custo teria que ser multiplicado por cinco. 

Taxa total: 80*5 = 400. 

Portanto, no pagamento parcelado, o valor total seria de R$ 1.400. 

Juros compostos

Os juros compostos são diferentes, pois para calculá-los é necessário considerar outros aspectos importantes. 

No exemplo acima, os juros simples do primeiro mês seriam de R$ 80. Já os dos segundo também seriam R$ 80 e assim por diante. 

Caso as taxas fossem compostas, a partir do segundo mês seria considerado o montante inicial e os juros anteriores. Assim: 

Taxas do segundo mês: [1.000 + 80 (juros do primeiro mês)] * 0,8 (taxa de juros) = 86,4

Taxas do terceiro mês: (1.080 + 86,4)* 0,8 = 93,3

Quanto maior for o período considerado, maior será a diferença. Enquanto os juros simples se mantém em R$ 80, os compostos começam em R$ 80 e já no terceiro mês são de R$ 93,3. 

A fórmula dos juros compostos é a seguinte: 

Valor inicial x (1 + taxa de juros) ⁱ

O “i” elevado representa o tempo que, geralmente, é calculado em meses. 

A taxa cobrada pelo cheque especial é um ótimo exemplo de juros que crescem ao longo dos meses. Em um ano, o custo desse produto financeiro pode chegar a 300%. 

Conclusão

É importante que todos entendam como os juros simples e compostos são cobrados. Dessa forma, será possível avaliar os produtos financeiros, incluindo financiamentos, empréstimos e até investimentos. 

Para quem empresta dinheiro, os juros compostos são os que trazem mais retorno. Porém, a pessoa que pega um crédito pode pagar muito mais taxas. Sendo assim, para essa pessoa, o juros simples é mais vantajoso. 

Por fim, você também aprendeu como calcular ambas as taxas! 

Quer entender melhor outros assuntos financeiros e de empreendedorismo? Continue na Ignição Digital!

Fórmula de Lançamento - Ebook

Nos dias 4, 5 e 6 de Dezembro de 2020, eu vou realizar o meu evento FL Ao Vivo totalmente online. Serão 3 dias inteiros de evento com um único objetivo: acelerar o seu caminho até a faixa preta.

FAÇA SUA INSCRIÇÃO

Ao se inscrever, você também irá receber e-mails de promoção/marketing do Erico Rocha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *