Conheça os Princípios da Contabilidade Fundamentais Para o Seu Negócio

Conheça os Princípios da Contabilidade Fundamentais Para o Seu Negócio

Muita gente acha que a contabilidade serve apenas para calcular, organizar contas, abrir firmas e outros serviços administrativos adjacentes. Errado! Como várias ciências, ela também possui normas e regras que devem ser seguidas por qualquer tipo de negócio. Portanto aprenda hoje os princípios da contabilidade.

Como surgiu os princípios da contabilidade?

Os princípios da contabilidade nasceram na década de 90 através do Conselho Federal de Contabilidade e eles servem para nortear essa ciência dentro do seu negócio. Conheça cada um deles a seguir:

1: Princípio da Entidade

Esse princípio tem como premissa distinguir os patrimônios das PF (Pessoas Físicas) das PJ (Pessoas Jurídicas).

De forma resumida, o patrimônio da entidade responde apenas a ela, não interferindo de nenhuma maneira aos sócios da empresa. Sendo que, o proprietário de uma empresa não pode usufruir do patrimônio em benefício próprio.

CLIQUE e baixe o ebook!

Por exemplo: uma empresa não pode registrar como despesa um carro comprado para o uso particular do dono, a não ser que o bem adquirido seja usado exclusivamente para o trabalho. Entendeu? Vamos ao próximo.

2: Princípio da Continuidade

O segundo princípio rege que uma entidade existirá para sempre, a não ser que haja uma decisão de encerrar as atividades por parte dos proprietários ou decisão judicial.

3: Princípio da Oportunidade

Esse é um dos princípios da contabilidade mais importantes, pois rege que os registros contábeis devem ser feitos no momento em que a transação ocorre, documentando pelo seu valor integral, além de registrar tudo através de um documento, como nota fiscal.

4: Princípio do Registro Pelo Valor Original

Assim como o terceiro, esse é um dos princípios da contabilidade que garantem a idoneidade dos patrimônios.

Todo registro deve ser contabilizado pelos valores originais das negociações, descritos em moeda nacional, independentemente se foi adquirido por meio de moedas estrangeiras. E para o caso de doações, o bem deve ser registrado pelo seu valor de mercado, identificado através de um perito.

5: Princípio da Competência

Independente do recebimento ou pagamento, todas as transações devem ser registradas no momento real em que ocorreram.

Por exemplo, você pode comercializar uma consultoria de marketing digital em outubro, mas o pagamento foi efetivado com atraso em dezembro. O registro deve ser feito no mês da transação, ou seja, outubro.

Veja o que você precisa para criar o seu negócio digital de sucesso, com um método que pode ser aplicado em qualquer segmento. CLIQUE e baixe o ebook!

6: Princípio da Prudência

Você já escutou a frase “nunca antecipe lucros e preveja sempre os prejuízos”? Com base nessa premissa nasceu este princípio. Ou seja, na quantificação da variação patrimonial, caso exista duas alternativas igualmente válidas, será adotado o valor mais baixo para bens e direitos, e o valor mais alto para contas e obrigações. Protegendo sempre o patrimônio líquido.

Um dos princípios da contabilidade não existe mais…

Antes do plano real o mercado sofria muito com a atualização monetária, onde o poder aquisitivo da moeda poderia subir muito ou descer rapidamente, no decorrer de apenas um dia. E existia um princípio, que foi extinto recentemente, que regia o registro do ajuste do poder aquisitivo de maneira formal, garantindo a documentação.

Gostou do nosso artigo sobre os princípios da contabilidade? Cadastre o seu e-mail e receba nossa newsletter gratuitamente!

Fórmula de Lançamento - Inscrições Abertas

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero.

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *