Conheça os 14 Princípios de Fayol para Administração e Gestão

14 princípios de Fayol aplicados

Os 14 princípios de Fayol fazem parte da Teoria Clássica de Administração. A aplicação dos conceitos ajuda as empresas a se organizarem e a obterem o tão almejado sucesso no mercado.

De acordo com Jules Henri Fayol, engenheiro que propôs essas ideias na obra Administração Industrial Geral, o êxito não estava relacionado às características pessoais. Mas, sim, ligado aos métodos que ele empregava.

Os princípios pautam a organização dos processos e trabalho em equipe, disseminando a importância de investir em fatores como divisão de tarefas, responsabilidade e disciplina.

Neste artigo você verá:

  • o que é Fayol e como surgiram os 14 princípios;
  • princípios de Fayol explicados e como aplicá-los na gestão empresarial.

O que é Fayol e como surgiram os 14 princípios de Henri Fayol

Formado em mineração, Henri Fayol sempre gostou de assuntos relacionados a negócios. Tanto que criou o Centro de Estudos Administrativos — um encontro com pessoas interessadas na temática.

Em 1888, o engenheiro assumiu a direção da mineradora francesa Commentry-Fourchambault-Decazeville, prestes a falir. O seu empenho e técnica, porém, fizeram com que a empresa voltasse a se estabelecer.

Anos mais tarde, o administrador publicou no livro “Administração Industrial Geral” os seus conhecimentos, incluindo os 14 princípios de Fayol. Tais ideias viriam a formular um modelo administrativo que hoje se enraíza na maioria das corporações, sendo parte da teoria clássica da administração.

Princípios de Fayol explicados e como aplicá-los na gestão empresarial

Confira a explicação do que e quais são os 14 princípios.

1. Divisão do trabalho

De acordo com Fayol, quando os colaboradores são divididos por especialização, a produtividade aumenta. Isso acontece porque o profissional pode exercer as mesmas ações diariamente, fazendo com que ele ganhe agilidade ao longo do tempo e um rendimento maior.

Por outro lado, as mudanças constantes podem fazer com que o funcionário perca a produtividade. Então, é importante que haja a divisão do trabalho.

2. Autoridade

Outra ideia fundamental é a de que o gestor precisa ser líder e ter autoridade. Ao mesmo tempo, é necessário que a equipe saiba receber os comandos e cumprir o papel que lhe foi atribuído.

3. Disciplina

Segundo os princípios de Fayol, um reflexo da autoridade é a disciplina. Ela é alcançada por meio de regras de conduta para que todos saibam como se portar, mantendo a ordem na empresa.

4. Unidade de comando

Segundo esse conceito, cada funcionário deve receber orientações apenas de uma pessoa, seguindo a hierarquia da corporação. O líder deve ser o superior mais próximo, como o coordenador ou o gerente.

5. Unidade de direção

Para que uma empresa seja bem-sucedida, é importante que haja um planejamento estratégico e que todos saibam a direção a seguir. Toda a equipe precisa estar alinhada para atingir o mesmo objetivo.

6. Interesses gerais

Também chamado de “subordinação”, o conceito dos interesses gerais se refere à capacidade de todos os profissionais colocarem a empresa na frente dos próprios interesses.

7. Remuneração

Todo o trabalho e esforço dos profissionais devem ser compensados de maneira remunerada. O salário precisa ser compatível com as atividades desenvolvidas.

8. Centralização

A centralização diz respeito ao chefe ter responsabilidade, mas poder, também, delegar algumas funções às outras pessoas. Consequentemente, ele não se sobrecarrega e os profissionais exercem os seus papéis.

9. Ordem

Esse princípio de Fayol se refere à organização. Tanto o espaço físico quanto as tarefas precisam estar ordenadas para que o trabalho possa acontecer.

10. Equidade

Os líderes são os responsáveis por manter a disciplina e inspirar os funcionários a manter o melhor comportamento dentro da empresa.

11. Hierarquia

Segundo Fayol, a empresa precisa ter alguém com autoridade para conduzir todos os processos organizacionais.

12. Estabilidade

A estabilidade dos funcionários deve ser encarada como um fator bastante importante para as empresas. Quando a rotatividade é alta, a organização precisa gastar mais, além de perder tempo até contratar e treinar novos colaboradores. Por isso, o recomendável é buscar estratégias para manter os profissionais no negócio.

13. Iniciativa

A iniciativa da equipe é um dos princípios de Fayol fundamentais para qualquer empresa. Vale a pena incentivar os funcionários a serem proativos e produtivos, para que executem os projetos e detectem problemas.

14. Espírito de equipe

As empresas que mais crescem são aquelas onde todos gostam do que fazem e agem em conjunto para atingir o melhor resultado. O espírito de equipe, sem dúvida, é um dos aspectos mais importantes em que todas as corporações devem apostar.

Conclusão

Percebe-se que existem muitos princípios de Fayol na atualidade e outros que foram se perdendo com o tempo. É praticamente impossível pensar em corporações que não queiram que os profissionais tenham iniciativa e espírito de equipe, por exemplo.

Para quem quer melhorar a gestão e organização da empresa, é interesse conhecer a obra desse estudioso e pensador da administração. Quem sabe você não descobre novos métodos para aplicar no seu negócio?

Para ter acesso a mais conteúdos como esse, siga acompanhando a Ignição Digital!

Fórmula de Lançamento - Ebook

Entre os dias 02 e 05 de agosto vai acontecer a Jornada 6 em 7, uma série de 4 encontros ao vivo onde eu vou mostrar como faturar 6 dígitos em 7 dias no seu negócio atual ou em um novo negócio online. Faça a sua inscrição gratuitamente:

FAÇA SUA INSCRIÇÃO

De acordo com as Leis 12.965/2014 e 13.709/2018, que regulam o uso da Internet e o tratamento de dados pessoais no Brasil, ao me inscrever autorizo Erico Rocha a enviar notificações por e-mail ou outros meios e concordo com sua Política de Privacidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *