Como Calcular o Custo de Um Funcionário?

Como Calcular o Custo de Um Funcionário?

Você já parou para pensar em qual é o custo de um funcionário para a sua empresa? Neste artigo eu vou te ensinar de um jeito simples e prático como calculá-lo!

Engana-se quem pensa que o custo de um funcionário resume-se somente à quantia paga como salário, existem outras variáveis que ajudar a elevar este valor. Afinal, existem alguns gastos que aumentam o número da folha de pagamento de um negócio.

Na verdade, o salário representa apenas entre 60% e 70% dos seus gastos com o funcionário, já que o modelo de contratação CLT exige encargos trabalhistas e alguns custos extras, como por exemplo, processo seletivo e treinamentos.

Aprenda a calcular o custo de um funcionário

Primeiro, é preciso saber tudo o que deve ser levado em consideração para a realização da conta: encargos trabalhistas, tempo de empresa, capacitações e treinamentos.

Tenha em mente que os custos com encargos trabalhistas irão depender do regime de contratação adotado pela empresa, já que as taxas podem ser variáveis.

Calcule os encargos trabalhistas

Verifique em qual molde de Regime Tributário sua empresa está encaixada: Simples Nacional, Lucro Real ou Lucro Presumido. Desta forma, será possível prever os devidos encargos de acordo com o regime.

Depois, para calcular o custo de um funcionário, você deve somar o salário aos encargos sociais previstos pelo Regime Tributário da sua empresa, sabendo que todos são porcentagens sobre o salário do colaborador.

Com base em empresas que se enquadram no modelo Simples Nacional, veja alguns detalhes:

• o 13º salário equivale a 8,33% do salário dos funcionários;
• as férias equivalem a 11,11% do salário;
• o FGTS equivale a 8% e a provisão vai para o 13º salário;
• provisão de multa em caso de rescisão é de 4%;
• previdenciário sobre 13º, férias e DSR é 7,93%.

Separei um exemplo prático para ficar mais claro, considerando a hipótese de o funcionário receber uma quantia de R$2.000 na sua empresa.

O valor dos encargos sociais seriam os seguintes:

• 13º salário = R$ 166,60;
• férias = R$ 222,00;
• FGTS = R$ 160,00;
• provisão de multa para rescisão = R$ 80,00;
• previdenciário sobre o 13º, férias e DSR = R$ 158,60.

Sendo assim, neste caso, o funcionário custaria para a empresa R$ 2787,20.

Para os casos de lucro real e presumido, é preciso acrescentar na conta acima 20% de INSS, 2,5% de salário educação e 3,3% de Incra.

Gostou deste artigo sobre como calcular o custo de um funcionário? Continue acompanhando o blog Ignição Digital e veja mais dias úteis para o seu negócio!

 

 

Fórmula de Lançamento - Inscrições Abertas

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero.

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *