Dicas Para Entender Como Calcular o 13º

Como Calcular o 13

Uma dúvida que pode complicar a vida de muitos empreendedores, principalmente quando chega o final do ano, é: como calcular o 13º salário dos meus funcionários?

Além de ser obrigatório, fazer isso corretamente melhora questões como motivação e produtividade da equipe e deixa os colaboradores mais seguros de que a sua empresa é de fato organizada.

Como eu sei que você quer o seu negócio organizado, trarei dicas sobre como calcular o 13º dos funcionários. Confira!

Entenda como é a regra

Originalmente, o 13º salário era conhecido como gratificação de Natal e foi instituído em 1962. Na Constituição Federal de 1988, ele passou a ser previsto para trabalhadores rurais, urbanos, domésticos e também os avulsos, ou seja, aqueles que prestam serviço para mais de uma empresa.

Para calcular o valor corretamente, você precisa saber quantos meses de trabalho cada pessoa tem naquele ano, quais os seus benefícios e, principalmente, quais são os seus rendimentos.

Saiba a remuneração dos funcionários

O valor do salário e os benefícios de cada um são fundamentais para estabelecer o valor correto que deve ser pago como 13º. Por isso, é importante colocar tudo na ponta do lápis.

O cálculo deve ser feito ao somar o salário-base, verbas salariais como adicional noturno, de periculosidade ou insalubridade e outros valores variáveis como hora extra e comissões de vendas.

Com essa quantia total, a sua conta deverá ser: o valor dos rendimentos dividido por 12 (os meses do ano) e multiplicado pelo número de meses que aquele funcionário trabalhou no ano.

Em um exemplo prático: o colaborador tem R$ 1 mil de rendimentos totais e está há 11 meses na empresa. Sendo assim, a conta é: 1.000 / 12 x 11.

O total será 916,66. Ou seja, o 13º salário desse funcionário será de R$ 916,66.

Conheça as chances de parcelamento e impostos

O pagamento do 13º pode ser feito de forma integral ou parcelada. Na primeira situação, o valor deve ser creditado até o dia 30 de novembro. No segundo caso, a primeira parte precisa ser paga entre 1º de fevereiro e 30 de novembro e a segunda até 20 de dezembro.

É importante lembrar que incidem sobre o pagamento tributos como FGTS, INSS e Imposto de Renda. Por isso, saber como calcular o 13º ajuda a ficar em dia também com o fisco.

Falando em rendimentos, vou ensinar, com uma dica testada e comprovada, como aumentar o seu salário!

Fórmula de Lançamento - Inscrições Abertas

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero.

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *