Quais São os Sistemas ERP mais Conhecidos?

sistemas ERP mais conhecidos

Você já ouviu falar sobre algum dos sistemas ERP mais conhecidos do mercado? Se sim, faz o uso de algum? A importância dessa ferramenta é tanta que ela está diretamente ligada à melhoria de processos internos, como gestão e engajamento de colaboradores. 

Além disso, o software ERP (Enterprise Resource Planning) ou, simplesmente, Planejamento de Recursos da Empresa, em português, pode auxiliar um negócio na tomada de decisões, identificação de um problema ou de uma oportunidade. 

Se você ainda não conhece os benefícios, no artigo de hoje você vai entender:

  • – porque o ERP é importante para uma organização;
  • – como fazer a escolha;
  • – os quatro sistemas mais conhecidos no mercado.

Para que serve um sistema ERP na organização?

Cada vez mais as empresas brasileiras estão preocupadas com o investimento em tecnologia. Uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES), em 2017, constatou que o país é o nono no ranking mundial de investimentos em TI.

Se limitarmos o cenário apenas para a América Latina, o Brasil ocupa o primeiro lugar, com 39,1% de investimentos na área. E por que será que investimos tanto em soluções tecnológicas?

Podemos concluir que os empresários e gestores brasileiros entendem os inúmeros benefícios e oportunidades que o software ERP traz para dentro de uma organização, como:

  • – integração de áreas internas;
  • – tomadas de decisões mais assertivas;
  • – redução de custos;
  • – minimização de erros em processos;
  • – processos padronizados;
  • – segurança nas informações.

Esses são os principais benefícios que uma empresa enxerga quando decide contratar um dos sistemas ERP mais conhecidos. 

Tendo todos esses recursos em mãos fica mais fácil, até mesmo, para criar estratégias e transformar oportunidades de acordo com os dados retirados do sistema. 

Por exemplo, imagine que uma empresa tem problemas de caixa. Com os relatórios de ERP, o gestor pode identificar as respostas para o problema e inserir uma solução viável ao seu ambiente.

Como fazer a escolha do melhor sistema?

Assim como qualquer outra escolha, a decisão por um software ERP deve ser levada à sério. Afinal, existem várias ferramentas disponíveis no mercado que prometem oferecer inúmeros recursos. 

Primeiro de tudo, é importante que a sua escolha se adeque aos objetivos gerais da empresa para evitar problemas e decepções futuras. Além disso, fornecedores que oferecem um ótimo custo-benefício também são bem-vindos. 

Abaixo, seguem três dicas básicas para se atentar antes de fazer a sua decisão definitiva: 

1. Plataforma

Como é a plataforma do software: de fácil manuseio, intuitiva ou complexa? Lembre-se que o nível de facilidade da ferramenta influenciará diretamente no trabalho de cada um dos colaboradores, independentemente da área. 

Por isso, é essencial garantir um sistema de fácil entendimento e implementação. Caso a opção escolhida seja mais trabalhosa, verifique se será necessário um treinamento de equipe para explicar como usar, entre outras informações.

Uma dica bacana é ser adepto às opções que oferecem testes gratuitos, de sete, 15 ou 30 dias. Dessa forma, é possível coletar as opiniões dos colaboradores neste período de experiência. 

2. Escalabilidade

À medida que a sua empresa for crescendo, o software acompanhará as novas demandas? Isto é, existe a possibilidade de alteração de plano ou implementação de novas funcionalidades?

É fundamental pensar nesta questão também. Se há possibilidades e estimativa de crescimento em curto e médio prazo, por exemplo, não é viável gastar dinheiro trocando de sistema toda hora. 

Encontre um ERP que ofereça recursos de acordo com as suas necessidades atuais. 

3. Custo-benefício

Os valores podem variar de acordo com os recursos e funcionalidades disponíveis. Por isso, depois de estabelecer seus principais objetivos, defina um orçamento para essa demanda. 

A ideia é que você encontre a ferramenta que atenda às suas expectativas e, acima de tudo, caiba no seu bolso. Lembre-se que nem sempre as opções mais caras são as melhores e vice-versa. 

Avaliar opiniões de usuários em sites e portais de reclamações também é uma ótima ideia. Afinal, será possível tirar uma média das avaliações e verificar se realmente vale à pena a aquisição. 

Os três sistemas ERP mais conhecidos no mercado

Agora que você já sabe todos os benefícios e o que é importante se atentar antes de adquirir a sua ferramenta, vamos conhecer quais são os cinco sistemas ERP mais conhecidos no mercado? São eles:

  1. – Conta Azul: provavelmente o mais popular em território nacional, o Conta Azul oferece integração com outras plataformas, como as de CRM ou automação de e-mail marketing, por exemplo. Além de ter um ótimo custo-benefício e diversas funcionalidades;
  2. – Totvs: completo é a principal característica do Totvs. Independentemente do nicho e segmento, ele se adapta ao mercado destinado. Entre as funcionalidades, controle fiscal, financeiro, análises em gráficos, etc;
  3. – Tiny: embora seja voltada para o e-commerce o Tiny é excelente para pequenos empreendedores, isso porque pode ser integrado com sistemas de logística e entrega de produtos.

Conclusão

Hoje você aprendeu sobre a importância dos sistemas ERP e quais são os mais populares em território nacional. Viu também quais são as principais dicas para se atentar antes de fazer a escolha final.
Gostou do artigo? Continue acompanhando a Ignição Digital!

Fórmula de Lançamento - Ebook

Participe do meu grupo no Telegram! Sacadas e conteúdo exclusivo para quem quer se aprofundar mais no mundo do marketing digital, lançamentos e 6 em 7.

FAÇA SUA INSCRIÇÃO

Ao se inscrever, você também irá receber e-mails de promoção/marketing do Erico Rocha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *