O que é Marca Nominativa?

O que é Marca Nominativa

A marca nominativa, também conhecida como marca fonética, é aquela que há apenas palavras, letras e/ou números em sua composição. Ou seja, não há um logo e elementos gráficos envolvidos. 

A vantagem de optar por esse tipo de marca é que ela oferece mais proteção na hora do registro, isso porque ela leva em consideração pedidos que tenham o som parecido com a marca que você já registrou. 

Uma marca desse tipo ajuda a criar autoridade com o consumidor, passa mais clareza e, por isso, precisa ser forte e única. 

Vamos entender melhor sobre esse assunto a seguir. Neste artigo, você verá: 

  • • o que é marca nominativa; 
  • • para que serve a marca nominal; 
  • • como registrar uma marca nominativa;
  • • quais são os outros tipos de marca.

O que é marca nominativa?

Como falamos anteriormente, esse tipo de marca não conta com um símbolo ou logotipo. Ela é composta apenas pelo nome. 

Por exemplo: a Apple tem o símbolo da maçã, a Walt Disney, conta com um castelo. Já a Sony e a Avon não — basta apenas os nomes para serem reconhecidas. 

Sendo assim, apenas a grafia faz parte de uma marca nominativa. Itens artísticos não constam. 

Para que serve a marca nominal?

A marca nominativa tem como objetivo não somente criar identificação e posicionamento no mercado, mas proteger a fonética. 

Sendo assim, ao registrar uma marca desse tipo, você garante que nenhuma outra empresa usará alguma palavra que pareça com a sua, tanto em termos de grafia como fonética (sons parecidos).

Usando o exemplo da Sony, uma marca que queria ter seu registro com o nome de Zony, provavelmente será vetada. Isso porque ambas têm textos e pronúncias parecidos. 

Dessa forma, a marca fonética oferece uma proteção maior do que os outros tipos de marca, evitando concorrentes com nomes parecidos. Além disso, caso você tenha um logo acompanhando o nome da marca e queira mudar o design dele, a proteção com relação ao nome segue intacta.

Mas, lembre-se de que uma marca nominal não resguarda o direito de proteção em cima do logo da empresa. Para proteger os dois, deverá criar um novo registro de uma segunda marca. 

Como registrar uma marca nominativa?

Para o registro de marcas, é necessário enviar um pedido ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). 

Antes, você precisa identificar pelo sistema de busca de marcas do INPI se já não existe nenhuma marca igual ou muito parecida com a que quer criar.  

Depois, deve preencher algumas informações, como:

  • • definir o setor de atuação da marca; 
  • • identificar o tipo que quer registrar — aqui, no caso, nominativa; 
  • • definir a natureza da marca, ou seja, se é um serviço, produto, certificação, etc; 
  • • realizar o pagamento das taxas. Normalmente, há uma na hora de fazer o pedido e outra ao receber o registro.

Depois, basta acompanhar sua solicitação, que pode demorar até dois anos. 

Quais são os tipos de marca?

Não existe apenas a marca nominativa ou fonética. Há outros tipos disponíveis para você identificar qual melhor se enquadra em seu objetivo. Veja: 

  • • figurativa: composta apenas por desenhos, imagens, símbolos, letras hebraicas, ideogramas, etc — sem o texto em si. Dessa forma, ela protege o design gráfico da marca;
  • • mista: como o próprio nome sugere, é a mistura dos outros dois tipos de marca — nominal e figurativa. Ela mescla grafia com elementos, estilizadas, etc. Ou seja, une logo e nome (imagem e palavras);
  • • tridimensional: há o registro e proteção não somente da palavra e desenho da marca, mas também dela em sua forma plástica ou até mesmo sua embalagem. Um ótimo exemplo é o chocolate Toblerone, em que seu formato triangular é único. 

Conclusão

Neste artigo, você entendeu o que é uma marca nominativa, aquela que tem apenas uma grafia (um texto) e não utiliza logos ou outros elementos gráficos. 

Viu que a proteção em cima desse tipo de marca se dá tanto pelo nome quanto pela fonética dele. Dessa forma, marcas concorrentes que tenham marcas com nomes e sons similares à sua não poderão obter o registro depois de você. 

Além disso, conferiu como pedir o registro de uma marca nominal, por meio do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) e conferiu também outros tipos de marcas que podem existir (figurativa, mista e tridimensional). 

Para você que tem uma marca e quer registrá-la, é importante pensar antes em como irá determinar seu tipo de marca. Além disso, busque no INPI nomes, sons e logos similares para evitar que seu pedido seja negado pelo órgão. 

Gostou de saber mais sobre o assunto? Já tem uma marca e quer registrá-la? Compartilhe suas experiências conosco deixando um comentário aqui embaixo, no blog da Ignição Digital!

Fórmula de Lançamento - Ebook

Participe do meu grupo no Telegram! Sacadas e conteúdo exclusivo para quem quer se aprofundar mais no mundo do marketing digital, lançamentos e 6 em 7.

FAÇA SUA INSCRIÇÃO

Ao se inscrever, você também irá receber e-mails de promoção/marketing do Erico Rocha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *