O que é Cooperativismo e Como Implantar na Sua Empresa?

O que é Cooperativismo e Como Implantar na Sua Empresa?

Saber o que é cooperativismo é fundamental para escalar a sua empresa de uma forma mais empática e com muita atenção aos detalhes.

O cooperativismo é um movimento econômico e social que busca oferecer o bem comum, levando em consideração a satisfação de todos.

Saiba mais sobre o assunto e tire suas dúvidas sobre como implementar esse modelo em seu negócio. 

O que é cooperativismo?

Como contei acima, o cooperativismo é um sistema em que a cooperação tem como base a participação de associados nas atividades econômicas com o intuito de favorecer a todos.

A ideia também é uma maneira de promover uma reforma social dentro do capitalismo.

O intuito é que essa empresa (cooperativa) possa oferecer uma visão participativa e democrática a todos os envolvidos.

Com isso, há também mais autonomia e independência por parte dos sócios.

É um modelo de negócio que inspira e conta com a cooperação de todos de igual para igual dentro do projeto, com a finalidade de oferecer a melhor solução para todos, focando no humano e não no capital. 

Dessa forma, há uma preocupação com o próximo, promovendo uma responsabilidade social. 

Posso dar alguns exemplos de o que é cooperativismo, como no ramo do Consumo. 

Nele, a ideia central é que os envolvidos possam realizar compras conjuntas, com o objetivo de garantir preços mais baixos e melhores condições de pagamento para todos.

Os princípios do cooperativismo

Para que fique ainda mais claro o que é cooperativismo, reuni alguns dos princípios básicos do modelo. Confira:

  • • adesão voluntária e livre;
  • • gestão democrática;
  • • participação econômica dos membros;
  • • autonomia e independência;
  • • educação, formação e informação;
  • • intercooperação;
  • • interesse pela comunidade.

Assim, além de compreender melhor o conceito do movimento, fica mais fácil entender como implementar o cooperativismo em sua empresa. 

Para facilitar ainda mais, veja algumas das características mais fortes desse sistema: 

  • • ajuda mútua;
  • • responsabilidade;
  • • igualdade;
  • • solidariedade;
  • • honestidade;
  • • transparência;
  • • lealdade;
  • • coletividade;
  • • respeito;
  • • união;
  • • enxergar oportunidades para o bem-estar econômico e social de todos;
  • • troca de experiências;
  • • comprometimento;
  • • trabalho e benefícios coletivos.

Como desenvolver o cooperativismo em uma empresa?

Agora que você entendeu o que é cooperativismo, vamos falar sobre ele na prática.

Primeiramente, é importante entender que estas empresas são chamadas de cooperativas. 

O principal ponto para começar um negócio com base no cooperativismo é reunir um grupo de pessoas (uma organização/sociedade) com os mesmo valores e ideais. 

Seus interesses devem ser mútuos e todos devem ter os mesmos direitos e entender o quanto isso é importante.

Sendo assim, os princípios de uma cooperativa são:

  • • identidade de propósitos e interesses;
  • • ação conjunta, voluntária e objetiva para coordenação de contribuição e serviços;
  • • obtenção de resultado útil e comum a todos.

Além disso, segundo a Organização das Cooperativas Brasileiras, para quem quer aderir esse modelo de negócio em sua empresa, há 13 ramos de atuação disponíveis, sendo:

  • • Consumo;
  • • Trabalho;
  • • Educacionais;
  • • Transporte;
  • • Agropecuário;
  • • Saúde;
  • • Crédito;
  • • Habitação;
  • • Produção;
  • • Especial (voltada a portadores de necessidades especiais);
  • • Infraestrutura;
  • • Mineral;
  • • Turismo e lazer.

Ou seja, depois de reunir um grupo com os mesmos interesses econômicos ou sociais e decidir um segmento de atuação dentro do cooperativismo, você terá uma companhia trabalhando de forma colaborativa.

Depois disso, basta determinar os objetivos e escolher uma comissão e um coordenador.

É importante criar um estatuto para descrever os processos gerais de seu funcionamento (como objetivo, sede, direitos e deveres de cada um, capital mínimo, forma de administração e fiscalização, entre outros), funcionando como um contrato entre os cooperados. 

Por fim, é necessário reunir todos os documentos necessários e ficar atento aos tipos de receitas, sobras e fundos. 

É possível contar com o auxílio do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) para o desenvolvimento de uma cooperativa de forma segurança e correta, tirando dúvidas e conferindo toda a papelada necessária.

A forma de adesão em uma cooperativa segue a ideia de organizações voluntárias, sendo a adesão livre. 

Características de uma cooperativa

Veja algumas das características deste modelo de negócio: 

  • • sociedade de pessoas com personalidade jurídica;
  • • capital social variável, podendo ser dispensado e limitado ao maior salário mínimo do país;
  • • nenhum associado pode ter mais de ⅓ das cotas partes;
  • • terceiros não podem participar do capital social (nem por herança);
  • • cada sócio tem direito a um voto nas deliberações;
  • • lucros são distribuídos de maneira proporcional ao valor das operações de cada sócio;
  • • a responsabilidade dos sócios pode ser limitada ou ilimitada;
  • • seu contrato é de prestação de serviços;
  • • não está prevista falência, mas dissolução;
  • • é obrigatória a criação de dois fundos de reserva: 10 % para reparar perdas e 5% para assistir cooperados e familiares.

Entendeu o que é cooperativismo e como ele funciona dentro de uma companhia? 

Está pronto para participar desse sistema?

Aproveite dos benefícios e comece a se aventurar pela área! 

Siga acompanhando o Ignição Digital e deixe seu comentário sobre suas experiências no cooperativismo.

Leia também: 9 ideias de serviços autônomos que dão dinheiro.

Fórmula de Lançamento - Inscrições Abertas

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero.

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *