O Que é Economia Criativa?

descubra o que é economia criativa

Você já ouviu falar do setor que movimentou R$ 735 bilhões em 2015 no Brasil? Não? Então, hoje é a sua chance! Aprenda o que é a economia criativa e entenda como ela impulsionou 18% do PIB nacional.

Economia criativa

A economia criativa é o ramo que usa a criatividade e a capacidade intelectual como matéria-prima para produção, criação e distribuição de diversos bens e serviços.

Segundo a UNCTAD (Conferência das Nações Unidas para o Comércio Internacional e Desenvolvimento), caracteriza-se como economia criativa:

  • Herança: expressões culturais como artesanato, festivais, celebrações, museus, bibliotecas, exposições, arqueologia etc.;
  • Arte: pintura, fotografia, escultura, música, teatro, dança, circo, entre outras;
  • Mídia: livros, revistas, imprensa, cinema, televisão, rádio, séries e TV;
  • Criação: designs gráfico, interior, moda, softwares, entre outros desenvolvimentos. Além de serviços criativos como propaganda e arquitetura.

Economia criativa no Brasil

No ano de 2012, através de um decreto, o Ministério da Cultura regularizou a Secretaria de Economia Criativa, englobando 20 setores: artes cênicas, músicas, artes visuais, literatura e mercado editorial, audiovisual, animação, games, publicidade, software aplicado à economia criativa, rádio, TV, moda, arquitetura, design, artesanato, gastronomia, cultura popular, eventos e turismo cultural.

Vantagens da economia criativa

O modelo atual de capitalismo ficou saturado, então, os produtos oriundos da criatividade começaram a movimentar a economia, gerando renda, empregos e empreendedorismo.

CLIQUE e baixe o ebook!

Literalmente, qualquer profissional liberal pode montar uma pequena empresa com muita criatividade e pouco dinheiro.

Vantagens da economia criativa

Se enquadram nessa categoria as startups e também as incubadoras que recebem profissionais para criar coisas novas, o design de cadeiras que vende os seus desenhos para uma grande distribuidora, um músico que vende suas composições para grandes artistas, entre várias outras possibilidades.

A economia criativa é democrática e move o país!

Como começar na economia criativa?

Comece com um propósito, que atenda a uma necessidade real através de um produto ou serviço de qualidade. Nessa fase, a relevância é muito mais importante do que o dinheiro e o lucro (que serão consequência do seu trabalho).

Depois disso é trabalhar! Pesquise, planeje e implemente sua ideia, criando de maneira econômica e viável.

Algumas ferramentas facilitam o seu planejamento, como a matriz fofa.

Depois de tirar as ideais do papel, teste o seu trabalho! Crie um protótipo, disponibilize para algumas pessoas com o intuito de melhorar ainda mais o resultado final.

Veja o que você precisa para criar o seu negócio digital de sucesso, com um método que pode ser aplicado em qualquer segmento. CLIQUE e baixe o ebook!

E o último passo é definir metas e treinar o seu lado administrador. Com isso, você terá um caminho a ser percorrido.

A última dica matadora é: nunca desista! O sucesso pode não ser imediato, porém, a sua vontade de empreender deve ser mais importante do que isso!

Gostou do nosso artigo? Para receber outras dicas de como montar o seu negócio dentro da econômica criativa, assine nossa newsletter gratuitamente, no campo destacado da página!

Fórmula de Lançamento - Inscrições Abertas

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero.

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

13 thoughts on “O Que é Economia Criativa?”

  1. Eu acredito fortemente que os empregos não convencionais tem o poder de mudar o mundo. Eu venho trabalhando há dois anos pela internet, e agora consegui montar meu primeiro escritório, e contratar dois funcionários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *