Empreendedor Por Necessidade: Efeitos da Crise Que Abriram Portas Para Várias Pessoas

empreendedor por necessidade

Somos privilegiados no Brasil, pois moramos em uma das terras mais empreendedoras do planeta. Daqui não param de sair empreendedores de sucesso a níveis globais, como Flávio Augusto, Mike Krieger, entre muitos outros. Contudo, devido a crise instaurada aqui, vemos o aumento desacelerado do efeito empreendedor por necessidade. Conheça mais sobre esse fenômeno no artigo de hoje.

Os números não mentem…

Uma pesquisa do GEM (Global Entrepreneurship Monitor), encomendada pelo Sebrae, mostrou para nós que 4 em cada 10 brasileiros participaram da criação de uma empresa.

O resultado disso é que nossa taxa de empreendedores nunca foi tão alta desde 2002. Em contrapartida, a taxa do “empreendedor por necessidade” também aumentou, sendo que no ano anterior o nível era de 29% e hoje chegamos a 44%. Incrível, não é? Mas o que isso significa?

Devido a crise, vários mercados nacionais sofreram um retrocesso gigante, perdendo poder de investimento, clientes e minando a necessidade de manter colaboradores dentro do negócio. E por isso, muitas pessoas perderam os seus empregos e viram a única saída para manter uma renda fixa se tornar empreendedor por necessidade.

Assim, várias microfranquias tomaram força, além da produção de produtos caseiros, vendas autônomas, franquias digitais, consultorias, food trucks, entre outros negócios.

Empreendedor por necessidade versus empreendedor por oportunidade

Ser empreendedor, por natureza, é buscar incansavelmente oportunidades de negócios. Por isso, o empreendedor por oportunidade não necessariamente necessita somente daquela renda para sobreviver.

Muitas vezes o empreendedor por oportunidade se preparou durante muito tempo para aquele momento, buscou a oportunidade certa e investiu em seu negócio.

Em contrapartida, o empreendedor por necessidade muitas vezes não busca a melhor oportunidade, somente encontra uma saída de acordo com o momento. As vezes ele perde o emprego, outras vezes precisa investir para ganhar uma renda extra, e por isso busca saídas acessíveis.

O problema é que nos três primeiros anos de existência, grande parte dos negócios deixam de existir, e isso é muito triste. Esse dado não reflete que “o empreendedor por oportunidade é melhor do que o empreendedor por necessidade”, pois nada garante que um ou outro terá sucesso. Contudo, quem se prepara mais (na teoria o empreendedor por oportunidade), maximiza suas chances de sucesso. Ficou claro?

Gostou do artigo? Entendeu qual é o conceito de empreendedor por necessidade e os efeitos da crise nessa categoria? Acompanhe nossos artigos para melhorar suas chances de sucesso e assine nossa newsletter para receber outras sacadas incríveis como essa!

Fórmula de Lançamento - Inscrições Abertas

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero.

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *