Saiba Como Contratar um Funcionário PJ ou CLT

Aprenda como contratar um funcionário PJ ou CLT

Saber como contratar um funcionário deve ser um dos primeiros aprendizados de um empreendedor. Isso é importante porque, se a pretensão é fazer a empresa crescer, mais cedo ou mais tarde será preciso fazer um processo seletivo e a primeira contratação. Então, como proceder?

Foi pensando nisso, e com a intenção de ajudar os novos empreendedores, que criei um passo a passo para contratar funcionários PJ ou CLT. Confira!

Como contratar um funcionário PJ?

Essa costuma ser uma opção muito usada nas pequenas empresas, especialmente aquelas que não possuem muita verba para investimento. Mas, embora seja financeiramente viável, também é preciso ter alguns cuidados.

Processos necessários

CLIQUE e baixe o ebook!

Na contratação PJ (Pessoa Jurídica), é como se a sua empresa estivesse contratando outra. Para isso, o colaborador (PF) deverá fazer um cadastro na prefeitura e na Previdência Social, a fim de emitir os Recibos de Pagamento a Autônomos, ou abrir uma empresa.

Mesmo tendo regras mais liberais, o sistema de contratação PJ também exige um contrato específico entre contratante e colaborador, sendo que este último deve emitir nota fiscal.

Sem burocracia

Ao contrário do sistema CLT, o contrato com uma pessoa jurídica não passa por interferências do governo. Isso significa que você não precisa assinar a carteira, fazer exames médicos e nem pagar impostos.

Como contratar um funcionário CLT?

No caso da contratação CLT, o processo é um pouco mais burocrático e deve ter como base as diretrizes da Consolidação das Leis do Trabalho (Decreto-Lei nº 5.452). Ela determina férias remuneradas, 13º salário, vale-transporte, vale-refeição, FGTS, aviso prévio, rescisão, seguro desemprego, etc.

Documentos necessários

Para dar início a esse tipo de contratação os empregadores precisam solicitar alguns documentos do colaborador. Veja a lista:

  • CTPS – Carteira de Trabalho da Previdência Social (para anotar data de admissão, cargo, remuneração e possíveis condições especiais);
  • certificado de alistamento militar (exclusivamente para homens com mais de 18 anos);
  • inscrição no PIS/PASEP;
    cópia do título de eleitor, RG e CPF;
  • foto 3X4;
  • comprovante de residência;
  • declaração de dependentes;
  • certidão de nascimento/casamento;
  • termo de opção do vale-transporte;
  • exame admissional (que deve ser marcado pela empresa).

Processos internos

Como empreendedor, você também precisa preencher a Ficha ou Livro Registro de Empregado, conforme instruções do Ministério do Trabalho. Além disso, é importante lembrar que as anotações na CTPS devem ser feitas dentro de 48 horas, com protocolo de entrega.

No processo de como contratar um funcionário CLT, caso ele ainda não tenha PIS também é necessário cadastrá-lo na Caixa Econômica Federal.

Veja o que você precisa para criar o seu negócio digital de sucesso, com um método que pode ser aplicado em qualquer segmento. CLIQUE e baixe o ebook!

Contrato

Outro passo importante é fazer um contrato de trabalho, que na maioria dos casos inclui um período de experiência de até 90 dias. Esse documento deve especificar o início e a jornada de trabalho, além dos horários e salário.

Agora que já sabe como contratar um funcionário, continue navegando pelo meu blog e descubra também as vantagens e desvantagens de contratar um freelancer. Dependendo da vaga e do serviço, essa pode ser uma excelente opção!

Fórmula de Lançamento - Inscrições Abertas

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero.

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *