Vender mais ou construir confiança: o que é melhor para seu negócio?

banner-klicksite

Quando se trata de vendas, uma das primeiras coisas que se aprende é que, se a pessoa não está realmente interessada no seu serviço ou produto, não vale a pena falar com ela.

O que as pessoas geralmente esquecem é que há algo mais importante do que fazer alguém querer comprar o seu produto: garantir que ele ficará feliz com a compra muito tempo depois da aquisição.

Isso provavelmente vai lhe surpreender, mas o fato de você poder sutilmente convencer alguém a comprar algo não significa que você deve sempre fazer isso.

Então, o que é melhor: vender mais ou construir confiança?

 

Será que o seu produto é uma boa opção?

boa-opcao

 

Se você trabalha com marketing de conteúdo e ten metas de vendas de curto prazo, provavelmente já perdeu de vista o seu objetivo a longo prazo.

Independentemente do quanto o seu lançamento seja empolgante, o que realmente vai lhe ajudar a construir confiança e autoridade – e garantir a saúde do seu rendimento e do seu negócio – é desenvolver confiança com os leitores.

E qual é uma das maneiras mais fáceis de perder a confiança de alguém? Vendendo algo que não é uma boa opção para ele.

Mas como definir o que é uma boa opção?

Quando você lê sobre técnicas de persuasão e aplica-as no seu conteúdo, o seu produto ou serviço pode ser capaz até mesmo de se vender sozinho.

Ainda assim, é bem provável que você receba e-mails ou comentários no seu blog de pessoas se perguntando se o seu produto realmente é adequado para elas.

CLIQUE e baixe o ebook!

A boa notícia é que existem algumas maneiras de descobrir se você teve insistir na venda ou desistir.

 

Eles têm o problema que você está tentando resolver?

problema

 

Muito antes de começar a falar dos atributos e benefícios do seu produto, você com certeza tem em mente um problema específico quando planeja sua venda.

O primeiro passo para determinar se o produto é adequado para uma pessoa é verificar se ela tem o mesmo problema que você está tentando resolver.

Um produto ou serviço realmente bom é altamente especializado. Você não deve nunca tentar ser tudo para todas as pessoas – ou pior ainda, fingir que é apenas para conseguir uma venda. O melhor a fazer é ser honesto com o público a respeito da adequação do produto às suas necessidades.

 

Sua solução irá ajudá-los com os objetivos a longo prazo deles?

objetivo-longo-prazo

 

Muitas vezes, o que nós achamos que o público quer não é o que ele precisa. Por mais tentador que seja oferecer ajuda, recusar a venda e explicar o motivo ajuda a construir lealdade. Por outro lado, insistir na venda pode gerar frustração e até mesmo prejudicar sua reputação.

Confira também 10 tipos de conteúdo que atraem visitantes e geram conversões

 

A forma como você entrega o produto  é agradável para o público?

entrega-agradavel

 

O psiquiatra Carl Jung costumava dizer que, quando duas pessoas se encontram, é como o contato de duas substâncias químicas: se houver alguma reação, os dois se transformam. E essa transformação pode ser encantadora ou extremamente volátil.

Os profissionais mais inteligentes deixam bem claro para o público para quem o produto é indicado e para quem não é. Por exemplo: um curso online focado em iniciantes deixará os mais avançados entediados. Já um programa altamente especializado pode sobrecarregar os iniciantes.

Se o seu curso tem pouca interação, ele pode desencorajar alguém que precisa de muita ajuda. Já uma pessoa acostumada a trabalhar sozinha pode não ver muito sentido em participar de um fórum online.

Uma boa dica é deixar que o próprio público decida por conta própria, divulgando informações detalhadas sobre o que você está oferecendo.

 

Foque no longo prazo

focar-longo-prazo

 

Recusar uma venda pode ser doloroso, mas é a melhor estratégia para construir lealdade a longo prazo.

Ser honesto sobre se o seu produto é adequado ou não para alguém tem muitas vantagens. Uma delas é evitar que você tenha clientes insatisfeitos, que divulgam sua insatisfação e pedem o dinheiro de volta.

Veja o que você precisa para criar o seu negócio digital de sucesso, com um método que pode ser aplicado em qualquer segmento. CLIQUE e baixe o ebook!

Em vez deles, você conseguirá construir a confiança e lealdade necessárias para cultivar clientes a longo prazo.

 

 Recapitulando

Você aprendeu:

Nem sempre vender é o mais importante

Você precisa construir confiança e lealdade a longo prazo

Venda o produto apenas se for adequado para a pessoa

Entregue o produto da maneira certa

E você? Já sacrificou vendas para ter confiança e clientes leais? Deixe um comentário e conte como foi a sua experiência!

banner-klicksite

Fórmula de Lançamento - Inscrições Abertas

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero.

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

15 thoughts on “Vender mais ou construir confiança: o que é melhor para seu negócio?”

  1. Sempre fui muito criterioso e honesto com meus clientes e já deixei de vender um produto, por não ter certeza de uma entrega correta, dentro das expectativas que o cliente depositava em minhas alegações.
    Mas também, o tempo mudou e os clientes também. Hoje o principio de levar vantagem se generalizou e empresas querem passar a perna em vendedores e clientes querem fazer leilões com preço, mesmo depois de você desenvolver todo projeto para benefico dele especificamente. Infelizmente o mundo mudou!!
    Mas continuo no preincipio moral de fazer a coisa certa para reclamar quando necessário.
    Moreira

  2. Excelente artigo, como é habitual em você Natanael!

    Adorei mesmo, por isso estou comentando: o seu trabalho é deveras interessantes e sigo sempre com atenção o que você diz. E este artigo é muito valioso para entender a ‘química’ das coisas.

    Abraço,

    Gonçalo Sousa

  3. E na maioria das vezes o vendedor iniciante fica nervoso, achando que o cliente é maluco por não aceitar a proposta e etc rs.rs. Já fiquei assim, puto da vida! Rs.rs… Hoje com o aperfeiçoamento e buscando cada dia mais o conhecimento e entendimento sobre nós seres humanos entendo que o sucesso das empresas e pessoas bem sucedidas não vem de vendas de produtos e sim de boas relações com pessoas.

Deixe uma resposta para Moreira Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *