Descubra a Diferença Entre Eficaz e Eficiente

Descubra a diferença entre eficaz e eficiente

Recentemente, aqui no Ignição Digital, você aprendeu o verdadeiro significado da palavra medíocre. Seguindo com a série sobre o significado de algumas palavras e conceitos, hoje você vai aprender de forma definitiva uma das principais dúvidas do mundo corporativo, a diferença entre ser eficaz e eficiente! Confira a seguir.

Você é eficaz ou eficiente?

Você gosta de automobilismo? Imagine um piloto de Fórmula 1, equipe Mercedes ou Ferrari, rápido e habilidoso, ele conseguiu ser o pole position por 10 corridas consecutivas! Porém nas 10 corridas ele não conseguiu nenhuma vitória, frustrante, não é?

Nesse caso o piloto foi muito eficiente, correndo mais rápido do que os outros nos treinos e classificações, mas não atingiu o objetivo final e não conseguiu ser eficaz. Entendeu as diferenças?

Diferença entre ser eficaz e eficiente

Segundo Peter Drucker, mestre no assunto e considerado Pai da Administração Moderna, ser eficiente é fazer certo as coisas, geralmente ligadas ao nível operacional, como por exemplo: produzir 100 artigos para um blog, com menos tempo de pesquisa e escrita.

Já ser eficaz é fazer as coisas certas, geralmente ligadas ao nível gerencial e aos resultados. Desses 100 artigos, quantos leads o blog em questão conquistou?

Viu só como os termos são bem parecidos? Por isso vários administradores confundem a ordem dos fatos. Quer mais um exemplo para ficar ainda mais claro?

Um artista plástico precisa ser extremamente eficiente, pois ele deve pintar quadros e montar esculturas de qualidade, economizando o seu esforço físico, usando menos matérias primas e inovando no processo.

Porém apenas o seu trabalho não basta, ele precisa de outras pessoas para transportar suas obras, exporem, venderem, divulgarem, e caso alguém não seja eficaz no processo o seu trabalho vai por água abaixo.

Não apague incêndios com copos d’água

Dentro do ambiente corporativo você deve ser eficaz e eficiente, para não ficar apagando incêndios com copinhos d’água, ou “secar gelo”.

Vamos supor que um fabricante de sapatos está sendo eficiente ao produzir 100 mil pares por mês. Os vendedores idem, distribuindo todo o estoque habilmente, porém cerca de 25% dos calçados são vendidos com defeitos.

Até agora todos foram eficientes, e o suporte ao cliente conseguiu trocar os calçados e evitar transtornos aos compradores. Porém ninguém se preocupou com a eficácia do processo, ou seja, evitar a fabricação defeituosa.

Devemos sempre conhecer as raízes dos nossos problemas e resolver logo no início, para que os incêndios não se espalhem. Só assim o seu ambiente corporativo fica eficiente, com resultados eficazes.

Entendeu a diferença entre eficiência e eficácia? Assine nossa newsletter e receba outras sacadas para o mundo corporativo gratuitamente!

Fórmula de Lançamento - Inscrições Abertas

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero.

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *