Como Escolher um Sistema de Gestão Empresarial Para Pequenas Empresas?

sistema de gestão empresarial para pequenas empresas

Engana-se quem pensa que os microempreendedores não precisam de um sistema de gestão empresarial para pequenas empresas. Independentemente do tamanho, todos os donos de negócio precisam de auxílio na organização de processos para, assim, terem uma saúde financeira estável e aumentarem a sua produtividade. 

Sabendo disso, no artigo de hoje você vai aprender:

  • – por que é importante ter um sistema de gestão empresarial para pequenas empresas;
  • – como escolher o ideal;
  • – três opções para usar.

Por que é importante ter um sistema de gestão empresarial para pequenas empresas?

Se o seu desejo é ter controle sobre os processos da empresa e, consequentemente, diminuir gastos e tempo de esforço, você precisa implementar internamente um sistema de gestão de projetos

Além de mostrar, exatamente, o que sua equipe está fazendo, é possível elaborar estratégias, identificar problemas e traçar objetivos mesmo com um sistema de gestão empresarial para pequenas empresas. 

Dependendo do software implementado, ainda será possível identificar a entrada e saída de mercadorias, a evolução e/ou queda nas vendas e todo fluxo diário da empresa.  

O empreendedor que deseja crescer precisa ter uma visão macro do negócio e, por isso, é importante ter um programa de gestão. 

Se mesmo depois de toda essa explicação ainda quer saber mais sobre os benefícios, separamos alguns que poderão fazer a diferença na sua organização:

  • – auxilia na tomada de decisão em curto, médio e longo prazo;
  • – ajuda na definição do preço de produtos e serviços;
  • – motiva colaboradores a se manterem mais engajados com a empresa;
  • – melhora o relacionamento interpessoal.

Porém, antes de sair adquirindo seu sistema de gestão empresarial para pequenas empresas, é fundamental comparar as opções disponíveis no mercado, afinal, ele deve estar de acordo com as suas necessidades.

Por isso, para escolher o sistema ideal não deixe de observar os seguintes pontos:

Segurança

Ninguém deseja ter suas informações pessoais e dados confidenciais expostos para outras pessoas, por isso, a segurança prestada pelo fornecedor é o principal ponto de atenção antes de contratar um software.

Certifique-se dos mecanismos que o parceiro irá trabalhar e como são armazenadas as informações coletadas.

Atualizações

Com qual frequência existem atualizações no sistema? Se existem, o software funciona com estabilidade? É importante que ele esteja sempre alinhado com a tecnologia do momento, porém, as atualizações não devem prejudicar a sua rotina de trabalho.

Custo-benefício

Gastar mais dinheiro do que está recebendo como retorno nunca é um bom negócio. Lembre-se, nem sempre o software mais caro é o melhor ou vice-versa. Antes de investir, faça as contas e veja se as funcionalidades estão de acordo com o que precisa. 

Plataforma

A plataforma é intuitiva e de fácil acesso? É fundamental saber essa questão, pois, além de você, seus colaboradores também navegarão no sistema. 

Analise o layout, o nível de dificuldade para entendimento, como será feito o processo de implementação, entre outras questões. 

On-line ou off-line

A internet faz milagres, hoje em dia, mas caso a sua conexão esteja ruim, como acessar o sistema de gestão? Ele funcionará apenas on-line ou possui a possibilidade de off-line?

A sua estrutura não pode ser influenciada por problemas externos, como perda de internet ou com a conexão do servidor do fornecedor. Não deixe de verificar esse ponto importante.

Credibilidade

Se não conhece ninguém que usa o sistema, procure em sites ou fóruns de reclamações as opiniões de quem já foi ou é usuário. Certamente apontamentos sobre tudo, desde o serviço prestado até as funcionalidades, estarão disponíveis para a leitura.

Resumindo, não existe um sistema perfeito, existe aquele que mais se enquadra aos processos internos do seu negócio. Mas, claro, vale muito a pena pesquisar quais os seus concorrentes de mercado usam. Afinal, vocês estão no mesmo segmento de atuação. 

2 opções para usar

Confira agora duas opções para pequenas empresas que são muito eficientes:

  • – ContaAzul: é a mais conhecida no mercado e ótima para pequenos e médios empreendedores. É possível ter uma visão geral de cada área, integrar processos, emitir notas, fazer controle de estoque e muito mais;
  • – Totvs: conhecido mundialmente, o Totvs atende 12 segmentos diferentes, cada software com funcionalidades de acordo com a atuação específica.

Conclusão

No artigo de hoje você aprendeu a importância de um sistema de gestão empresarial para pequenas empresas, como escolher um, porque é fundamental analisar a fundo as opções disponíveis no mercado e, ainda, conferir duas opções eficientes para micro e pequenos empreendedores.

Qual o tamanho do seu negócio: pequeno, médio ou grande? Qual software de gestão atende mais às suas necessidades? Deixe nos comentários deste artigo! 
Para mais conteúdos sobre o mundo do empreendedorismo, continue no blog da Ignição Digital!

Fórmula de Lançamento - Ebook

Estão abertas as inscrições para uma nova turma da Fórmula de Lançamento. A FL é para você que quer alavancar suas vendas ou criar um negócio digital do absoluto zero que seja capaz de fazer um faturamento de 6 dígitos em 7 dias.

FAÇA SUA INSCRIÇÃO

Ao se inscrever, você também irá receber e-mails de promoção/marketing do Erico Rocha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *