Saiba Como Fazer a Distribuição de Lucros Simples Nacional

distribuição de lucros simples nacional

A distribuição de lucros simples nacional, pode ser prática quando executada de forma correta. Para isso é necessário entender bem cada categoria. Para isso, acompanhe o artigo abaixo:

Distribuição de lucros simples nacional pela DRE

A primeira opção para as empresas que adotam o simples nacional é calcular seus lucros através da DRE (Demonstração do Resultado do Exercício). Documento que pode ser montado apenas por um contador com registro CRC. Essed material  vai apurar todo o lucro líquido da empresa. A partir dessa constatação fica fácil distribuir as porcentagens para cada sócio e colaborador.

É importante se atentar, pois caso a sua declaração de imposto de renda não tenha o mesmo lucro assumido na DRE, será necessário pagar a diferença de tributação com juros e correção monetária.

Lucros simples nacional na isenção por presunção

CLIQUE e baixe o ebook!

A isenção por percentuais de presunção é uma opção para as microempresas que não possuem uma contabilidade tão apurada. Nesse esquema, os valores serão determinado a partir da aplicação dos percentuais de presunção de lucros. Para isso deve-se subtrair o valor da guia do Simples Nacional pelo lucro bruto da empresa, de acordo com artigo 15 da lei 9249/95.

Realiza-se uma soma do faturamento anual, logo, aplica-se a porcentagem fixa de presunção, sendo 8% para vendas e 32% para serviços.

Ainda que se opte por uma das formas de cálculo, o valor só poderá ser integralmente distribuído como lucro se não houverem dívidas, débido fiscal ou saldo negativo no caixa.

Distribuição de lucros simples nacional para MEI

O MEI (microempreendedor individual) não possui sócios e pode reter apenas um funcionário em sua empresa. Essa modalidade foi criada para ajudar os pequenos negócios a se formalizar.  Os adeptos ao MEI podem desfrutar de INSS, facilidades para empréstimos e benefícios empresariais. Porém, na distribuição de lucros simples nacional, algumas coisas podem ser diferentes.

O cálculo tende a ser mais simplificado, já que basta aplicar a porcentagem de isenção. Multiplica-se o faturamento por 8% para aqueles que trabalham com vendas, já os que estão na área de prestação de serviços, multiplicam pela alíquota de 32%. Assim defini-se a isenção dos lucros.

Entendeu como funciona a distribuição de lucros simples nacional? Comente aqui em baixo qual fórmula de cálculo é a ideal para o seu negócio, Continue acompanhando o blog Ignição Digital para mais conteúdos e dicas matadoras!

 

 

Fórmula de Lançamento - Inscrições Abertas

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero.

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *