O Que Faz um Neurocientista?

O Que Faz um Neurocientista

Por se cruzar com várias outras áreas do conhecimento, como química, linguística, medicina, psicologia e até mesmo ciência da computação, as Neurociências são diversas e interdisciplinares. E também por isso existe uma dúvida bem comum relacionada a essa área: o que faz um neurocientista? É isso que vou responder neste artigo!

A Neurociência e o neurocientista

Você sabia que tradicionalmente a Neurociência, ou melhor, as Neurociências ou Ciências Neurais, eram vistas como parte da Biologia? Com os anos, as Neurociências se firmaram como uma nova área de estudos, uma ciência interdisciplinar.

Essa ciência estuda o sistema nervoso, composto pelo sistema nervoso central e pelo sistema nervoso periférico, de forma macro e microscópica. Mantenha isso em mente, porque é a partir dessa ideia que começo a responder o que faz um neurocientista.

Afinal, o que faz um neurocientista?

Imagine que uma pessoa sofreu um acidente de carro e lesionou certa região do cérebro. Nesse caso, o neurocientista pode analisar a parte fisiológica, ou seja, a própria lesão. Porém, ele também pode avaliar como a lesão afeta o comportamento da pessoa.

CLIQUE e baixe o ebook!

Entendeu? Esse profissional estuda as manifestações macro e microscópicas do que acontece no sistema nervoso.

Áreas de atuação do neurocientista

O Que Faz um Neurocientista

Por ser uma área do conhecimento bastante diversa, as possibilidades de áreas de atuação profissional para o neurocientista também são várias.

Há possibilidade de trabalhar com a aplicação teórica das Ciências Neurais em carreiras em pesquisa, educação e ensino. Por outro lado, há também as aplicações práticas, com possibilidade de trabalho nas mais diversas áreas da saúde.

É possível encontrar profissionais da Neurociência trabalhando em locais como:

  • centros de pesquisa;
  • universidades;
  • laboratórios,
  • agências governamentais,
  • indústrias,
  • dentre várias outras possibilidades.

A atuação profissional envolve lidar com comportamento e/ou fisiologia. Isto é, lidando com temas como estágios do desenvolvimento e envelhecimento do sistema nervoso, efeitos de drogas, estudos moleculares e celulares e estudos da mente.

Como se tornar um neurocientista

Infelizmente, existe apenas uma graduação em Neurociência no Brasil, a da Universidade Federal do ABC (UFABC). Mas calma! Esse não é o único caminho para quem quer se tornar um neurocientista.

Veja o que você precisa para criar o seu negócio digital de sucesso, com um método que pode ser aplicado em qualquer segmento. CLIQUE e baixe o ebook!

Outra opção é trilhar um caminho um pouco mais longo, mas que também leva a essa profissão tão diversa. Esse caminho é fazendo uma graduação e depois se especializando. Pós-graduações em Neurociência são mais comuns, existem opções em instituições de ensino reconhecidas como a Mackenzie, a Anhembi Morumbi e até mesmo a Universidade de São Paulo (USP).

Nesse caso, o mais recomendado é procurar graduações em áreas afins como Química, Biologia, Medicina, Biomedicina e Psicologia. Algumas pós-graduações, entretanto, não exigem formação em áreas específicas, o que também abre caminho para outros profissionais.

Achou este artigo útil? Então talvez você também goste de ler sobre a psicologia das cores. Caso tenha interesse em receber meus textos em primeira mão, aproveite para se inscrever na newsletter do Ignição Digital.

Fórmula de Lançamento - Inscrições Abertas

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero.

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

Um comentário sobre “O Que Faz um Neurocientista?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *