O Que Faz um Neurocientista?

O Que Faz um Neurocientista

Se você está aqui, muito possivelmente é para descobrir o que faz um neurocientista. Acertei? Essa dúvida é bem comum e a resposta para ela é mais simples do que pode imaginar! Então continue lendo e descubra exatamente como funciona essa profissão.

A Neurociência e o neurocientista

Você sabia que tradicionalmente a Neurociência, ou melhor, as Neurociências ou Ciências Neurais, eram vistas como parte da Biologia? Com os anos, as Neurociências se firmaram como uma nova área de estudos.

Por se cruzar com várias outras áreas do conhecimento, como química, linguística, medicina, psicologia e até mesmo ciência da computação, as Neurociências são diversas e interdisciplinares.

Algo bem importante de saber para entender o que faz um neurocientista é que essa ciência estuda o sistema nervoso, composto pelo sistema nervoso central e pelo sistema nervoso periférico, de forma macro e microscópica. Mantenha isso em mente, porque é a partir dessa ideia que começo a responder a sua dúvida!

Afinal, o que faz um neurocientista?

CLIQUE e baixe o ebook!

Imagine que uma pessoa sofreu um acidente de carro e lesionou certa região do cérebro. Nesse caso, o neurocientista pode analisar a parte fisiológica, ou seja, a própria lesão. Porém, ele também pode avaliar como a lesão afeta o comportamento da pessoa.

Entendeu? Esse profissional estuda as manifestações macro e microscópicas do que acontece no sistema nervoso.

Áreas de atuação do neurocientista

O Que Faz um Neurocientista

Por ser uma área do conhecimento bastante diversa, as possibilidades de áreas de atuação profissional para o neurocientista também são várias.

Há possibilidade de trabalhar com a aplicação teórica das Ciências Neurais em carreiras em pesquisa, educação e ensino. Por outro lado, há também as aplicações práticas, com possibilidade de trabalho nas mais diversas áreas da saúde.

É possível encontrar profissionais da Neurociência trabalhando em locais como:

  • centros de pesquisa;
  • universidades;
  • laboratórios,
  • agências governamentais,
  • indústrias,
  • dentre várias outras possibilidades.

A atuação profissional envolve lidar com comportamento e/ou fisiologia. Isto é, lidando com temas como estágios do desenvolvimento e envelhecimento do sistema nervoso, efeitos de drogas, estudos moleculares e celulares e estudos da mente.

Como se tornar um neurocientista

Infelizmente, existe apenas uma graduação em Neurociência no Brasil, a da Universidade Federal do ABC (UFABC). Mas calma! Esse não é o único caminho para quem quer se tornar um neurocientista.

Veja o que você precisa para criar o seu negócio digital de sucesso, com um método que pode ser aplicado em qualquer segmento. CLIQUE e baixe o ebook!

Outra opção é trilhar um caminho um pouco mais longo, mas que também leva a essa profissão tão diversa. Esse caminho é fazendo uma graduação e depois se especializando. Pós-graduações em Neurociência são mais comuns, existem opções em instituições de ensino reconhecidas como a Mackenzie, a Anhembi Morumbi e até mesmo a Universidade de São Paulo (USP).

Nesse caso, o mais recomendado é procurar graduações em áreas afins como Química, Biologia, Medicina, Biomedicina e Psicologia. Algumas pós-graduações, entretanto, não exigem formação em áreas específicas, o que também abre caminho para outros profissionais.

Achou este artigo útil? Então talvez você também goste de ler sobre a psicologia das cores. Caso tenha interesse em receber meus textos em primeira mão, aproveite para se inscrever na newsletter do Ignição Digital.

Fórmula de Lançamento - Inscrições Abertas

Este guia definitivo reúne a base de todas as minhas estratégias de marketing para alavancar vendas ou criar um negócio 100% digital do zero.

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

Um comentário sobre “O Que Faz um Neurocientista?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *